Aviação em São José dos Campos

A cidade paulista de São José dos Campos tem uma grande vocação aeronáutica. Nela estão localizados o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), o Centro Técnico Aeroespacial (CTA), a Embraer e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Além disso, dois lugares abertos ao público chamam bastante a atenção para quem gosta de aviação: o Parque Santos Dumont e o Memorial Aeroespacial Brasileiro.

Parque Santos Dumont (Bandeirante). Foto: ViniRoger
Parque Santos Dumont (Bandeirante). Foto: ViniRoger

O maior município do Vale do Paraíba é composto por três distritos: São José dos Campos (Sede), Eugênio de Melo e São Francisco Xavier (mais rural, junto à serra da Mantiqueira). Acompanhe um breve histórico da região.

O município de São José dos Campos começou a ser formar como a aldeia de São José, formada por padres jesuítas vindos da Vila de São Paulo de Piratininga. Localizava-se próximo ao Rio Comprido, a dez quilômetros de onde hoje se situa o Centro da atual cidade. Em 1643, a Aldeia de São José foi transferida para onde é, hoje, a Praça do Padre João Guimarães. Dez anos depois, passa a pertencer à Vila de Jacareí, criada naquele ano a partir do seu desmembramento da vila de Mogi das Cruzes, tornando-se vila em 1767 e cidade em 1864.

O cultivo de café e o turismo como estância climática (para o tratamento de tuberculose pulmonar) ganharam impulso com a inauguração Estrada de Ferro D. Pedro II (futura Central do Brasil) em 1886, ligando São Paulo ao Rio de Janeiro. A antiga estação de trem ficava na confluência da Rua Euclides Miragaia com a Avenida João Guilhermino, sendo transferida, na década de 1920, para a sua localização atual. Além destas, ainda existiram as estações do Limoeiro (1894-1998, fechada), Eugênio de Mello (1894-1996, abandonada) e Jaguari (1957-1996, demolida), após o fechamento da ferrovia que ligava São José dos Campos à Estação Eng. Manuel Feio. Para mais informações, consulte o site Estações Ferroviárias.

Estação de trem de São José dos Campos. Foto: ViniRoger

A Estrada São Paulo-Rio, que ligou São Paulo a Bananal, em 1924, construída pelo presidente do estado de São Paulo Dr. Washington Luís, que, em 1928, já como presidente da república, concluiu a rodovia até a cidade do Rio de Janeiro. Essa estrada ainda existe, no trecho paulista, com diversas denominações como SP-62 (ligando a Caçapava), SP-64, SP-66 (ligando a Jacareí) e SP-68 e é conhecida como “Estrada Velha”. A inauguração da Rodovia Presidente Dutra, em 1951, possibilitou uma ligação mais rápida entre Rio de Janeiro e São Paulo, pela primeira vez, em estrada asfaltada, e cortando a parte urbana de São José dos Campos. Em 1994, foi inaugurado um novo acesso da cidade de São Paulo à região de São José dos Campos, a rodovia Carvalho Pinto que é um prolongamento da Rodovia Ayrton Senna (inaugurada em 1982 como Rodovia dos Trabalhadores). Também é importante mencionar as rodovias dos Tamoios (ligando a Caraguatatuba), Monteiro Lobato (ligando a Campos do Jordão) e Dom Pedro I (Campinas).

Na década de 1920, surgem as primeiras unidades industriais: os Lacticínios Vigor, a Fábrica de Louças Santo Eugênio, a Cerâmica Paulo Becker, a Tecelagem Parahyba e a Cerâmica Weiss. O processo de industrialização do município toma impulso a partir da instalação de alguns institutos e indústrias:

  • Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) – 1950
  • Centro Técnico Aeroespacial (CTA) – 1950
  • Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) – 1961
  • Avibras (foguetes e mísseis) – 1961
  • Embraer – 1969 (originada em um setor de desenvolvimento de aeronaves do CTA)
  • Refinaria Henrique Lage (REVAP) – 1977
  • Parque Tecnológico São José dos Campos (FATEC, UNIFESP, UNESP, CEMADEN e diversas empresas privadas) – 2009

O Parque Santos Dumont foi fundado em 1971 e está localizado no centro de São José dos Campos. Possui réplicas do avião 14-bis (foto) e da casa construída por Santos Dumont em Petrópolis. Também estão expostos o protótipo do avião Bandeirante e maquetes de foguetes da família Sonda. Veja também outros Parques de São José dos Campos clicando no link.

Parque Santos Dumont (14-bis). Foto: ViniRoger
Parque Santos Dumont (14-bis). Foto: ViniRoger

O Memorial Aeroespacial Brasileiro fica em frente a fábrica da Embraer e ao aeroporto de São José dos Campos. Tem uma parte aberta, ao lado do estacionamento, onde estão expostas várias aeronaves civis e militares, além de algumas réplicas de foguetes construídos pelo CTA. Descendo uma escadaria com fonte, existe um pavilhão onde estão expostas mais peças do acervo, como bombas, maquetes, componentes de aviões e satélites e o primeiro carro a álcool.

Memorial Aeroespacial Brasileiro (MAB): em destaque um avião super tucano e ao fundo uma réplica do Veículo Lançador de Satélites (VLS). Foto: ViniRoger
Memorial Aeroespacial Brasileiro (MAB): em destaque um avião super tucano e ao fundo uma réplica do Veículo Lançador de Satélites (VLS). Foto: ViniRoger

Os vídeos do MAB, com mais informações, podem ser vistos nos posts a seguir, da série “Caçadores da Aeronave Perdida”:

Ao fundo do Memorial, tem um lago e um monumento em homenagem aos mortos na explosão do Veículo Lançador de Satélites no Centro de Lançamento de Alcântara (MA) em 22 de agosto de 2003 (no dia dos vídeos, faziam exatamente 12 anos do ocorrido). Esse acidente ocorreu três dias antes da data prevista para o lançamento, quando um enorme incêndio seguido de algumas explosões destruiu o foguete brasileiro VLS-1 V03 (Veículo Lançador de Satélites) em sua plataforma durante os preparativos para o lançamento, matando 21 técnicos civis.

No INPE, o Laboratório de Integração e Testes (LIT) é o único do Hemisfério Sul capaz de integrar e realizar testes completos de satélites e seus subsistemas. Pode ser visitado em grupos mediante agendamento prévio.

LIT – INPE. Foto: Divulgação

A Embraer cresceu a partir de um hangar junto ao aeroporto de São José dos Campos. Nele, foi produzido seu primeiro avião, modelo Bandeirante, e continua fazendo parte da cadeia produtiva de outros modelos até hoje.

Para ver um pouco mais sobre algumas dessas instituições, visite os respectivos posts dentro da página de São José dos Campos na Wikipedia.