Parques da região de Orlando

Orlando é uma cidade localizada no estado norte-americano da Flórida, sede do condado de Orange. Possui muitos pântanos e clima subtropical, podendo ser atingida por furacões entre junho e novembro. A cidade é famosa por seus outlets de marcas famosas e parques temáticos, como Universal Orlando Resort e SeaWorld Orlando. Também é ponto de partida para os parques da Disney, que ficam nas cidades vizinhas de Lake Buena Vista e Bay Lake. Ao sul, as cidades de Kissimee e Celebration recebem muitos turistas pela proximidade das atrações de Orlando.

Pôr do sol em Disney Springs. Foto: ViniRoger

A região era habitada por uma tribo de nativos americanos conhecida pelo nome de seminoles. Com a chegada dos ingleses, ocorreram guerras pela posse das terras, que foram convertidas em plantações de açúcar e criação de gado. Orlando foi fundada em 1873, na mesma época que começou uma fase de grande crescimento na produção de frutas cítricas, em especial a laranja. Em 1958, a Base McCoy da Força Aérea foi fundada, dando lugar ao Aeroporto Internacional de Orlando nos anos 1970.

Walt Disney World Resort

Comumente conhecido como Walt Disney World, é o resort de entretenimento mais visitado em todo o mundo – mais de 52 milhões de pessoas anualmente em seus mais de 11 mil hectares. Ele foi desenvolvido para complementar o Disneyland Park, inaugurado em 1955 na cidade de Anaheim (Grande Los Angeles, Califórnia).

Walt Disney (1901-1966) foi um produtor cinematográfico, cineasta, diretor, roteirista, dublador, animador, empreendedor, filantropo e cofundador da The Walt Disney Company. Tornou-se famoso por seu pioneirismo no ramo das animações com a Disney, tendo produzido o primeiro longa-metragem de animação, Branca de Neve e os Sete Anões (1937), e pelos seus personagens de desenho animado, como Mickey Mouse e Pato Donald. Ele também é o idealizador dos parque temáticos sediados nos Estados Unidos.

Na região, a Disney possui quatro parques temáticos, dois parques aquáticos e duas atrações abertas (não é preciso comprar ingresso para um dia inteiro de visita). Em semelhança à “Disneylândia” na Califórnia, alguns são divididos em terras. Um mapa completo das atrações dos parques da Disney está disponível no link. Veja os parques, suas datas de inauguração, divisões e principais atrações:

Castelo da Cinderela no Magick Kingdom ao fundo e estátua de Walt Disney com Mickey. Foto: ViniRoger

Magic Kingdom (1971): dividido em Main Street, U.S.A (entrada do parque, com muitas lojas e boa parte do desfile dos personagens, que acontece em horários fixos), Adventureland (representa o mistério de explorar terras estrangeiras), Frontierland (temática do Velho Oeste norte-americano), Liberty Square (baseada em uma vila colonial da Revolução Americana), Fantasyland (estilo de feira medieval, com o famoso castelo da Cinderela) e Tomorrowland (cidade intergalática futurista). Na doceria Sleepy Hollow, existe o melhor Funnel Cake com Calda de Morango (se quiser fazer em casa, a receita está no link).

Funnel Cake do Sleepy Hollow. Foto: ViniRoger

Epcot (1982): originalmente era a sigla para “Experimental Prototype Community of Tomorow”, constituindo uma cidade planeja para 12 mil habitantes. Seu grande símbolo é a Spaceship Earth, uma grande estrutura de esfera geodésica que abriga uma atração temática dentro. É dividido em duas áreas temáticas principais, Future World (pavilhões que exploram aspectos e aplicações inovadoras, incluindo tecnologia e ciência) e World Showcase (feira mundial permanente que contém onze pavilhões, cada um dedicado a representar um país específico).<

Disney’s Hollywood Studios (1989, originalmente Disney-MGM Studios até 2008): dedicado ao mundo do entretenimento, inspirando-se no auge da Hollywood dos anos 1930 e 1940. É dividido em Hollywood Boulevard (entrada principal, com palco para performances sobre filmes da Disney), Echo Lake (com o show ao vivo do Indiana Jones), Streets of America (originalmente um estúdio em funcionamento), Animation Courtyard (abriga algumas atrações baseadas nos filmes animados da Disney), Pixar Place (dedicada aos filmes e personagens criados pela Pixar), Sunset Boulevard (onde está a Tower of Terror, inspirada na série Twilight Zone) e as novas áreas de Toy Story e Star Wars.

Tower of Terror dos Disney’s Hollywood Studios. Foto: ViniRoger

Animal Kingdom (1998): possui vários animais como se fosse um zoológico, a maioria trazidos da África. Dividido em Oasis (entrada principal, com muitas aves), Discovery Island (onde está a Árvore da Vida, uma árvore artificial esculpida de 44 m de altura e 15 m de largura), Africa (com um safári), Rafiki’s Planet Watch (com um trenzinho), Ásia (com uma montanha-russa pelo Himalaya onde os passageiros encontram um Yeti), DinoLand U.S.A (voltado aos dinossauros) e Pandora (The World of Avatar).

Disney Springs (1975, antigo Downtown Disney): centro de lojas, restaurantes, clubes de música e entretenimento, que não cobra ingresso e tem estacionamento gratuito. Geralmente é visitado depois do fechamento dos parques principais. Possui a maior loja da Disney do mundo e uma loja oficial da Coca-Cola, com uma máquina que permite experimentar dezenas de produtos da marca de diferentes partes do mundo. a lanchonete Earl of Sandwich tem uns sanduíches muito bons e baratos – assim como o macarrão com queijo.

Loja World of Disney na Disney Springs. Foto: ViniRoger

Disney’s BoardWalk (1996): complexo que mistura hotel com área de entretenimento, semelhante ao Disney Springs.

Typhoon Lagoon (1989): inspirado nas praias do Havaí, representa um pequeno vilarejo que foi vitimado por uma enorme tempestade. Na parte central do parque está localizado o Monte Mayday no qual está encalhado o Miss Tilly um antigo barco pesqueiro.

Blizzard Beach (1995): representa uma estação de esqui na neve que está derretendo. Possui grande escorregador em estilo tobogã de velocidade que é um dos mais altos do mundo.

O primeiro parque aquático foi o Disney’s River Country, que funcionou entre 1976 e 2001.

O complexo Disney possui seu próprio sistema de transportes, formado por ônibus, barcos e monotrilhos – todos podem ser usados gratuitamente. Um ônibus chamado de “Disney’s Magical Express” comunica o aeroporto internacional de Orlando até os hotéis do complexo de forma gratuita. Exceto por esse ônibus, o acesso aos parques geralmente é feito por carro, que pode ser estacionado em seus gigantescos bolsões de estacionamento – o maior estacionamento do Magic Kingdom fica no TTC (Transportation and Ticket Center), sendo necessário pegar um ônibus ou monotrilho para chegar ao parque. E circundando o Magick Kingdom por dentro, existe um trenzinho com paradas na entrada principal (Main Street), Frontierland e Fantasyland.

Outros parques da Disney foram criados posteriormente em outras partes do mundo: Tóquio (1983), Paris (1992), Hong Kong (2005), Xangai (2016) e até navios cruzeiro.

Universal Orlando Resort

Grande complexo de parques temáticos e resorts, é formado de dois parques temáticos, um parque aquático, um complexo noturno de entretenimento e alguns hotéis. A Universal Studios (também conhecida como Universal Pictures) é um estúdio de cinema norte-americano de propriedade da Comcast e de sua subsidiária NBCUniversal. Fundada em 1912, é um dos estúdios mais antigos de cinema ainda em atividade no mundo e uma das seis grandes empresas de cinema de Hollywood. Em 1964, passou a oferecer turnês pelos seus estúdios de Hollywood, um embrião da bem sucedida rede de parques temáticos que começou em Hollywood e depois seguiu para Orlando.

Simpsons na Universal: Krustland, lojas Kwik-E-Mart, Moe’s, Krutsty Burger, Lard Lad Donuts, Bumblebee Man’s Taco e mais. Foto: ViniRoger

Universal Studios (1990): possui as áreas temáticas imitando estúdios e cidades, Production Central (com atrações dos filmes da franquia Transformers), New York, San Francisco, London/Diagon Alley (parte da atração de Harry Potter), World Expo (com os Simpsons), Woody Woodpecker’s Kidzone (Pica Pau) e Hollywood (focada nos personagens de quadrinhos). Existe um trem que liga o Beco Diagonal até a atração de Hogwards, no parque Islands of Adventure.

Beco Diagonal. Foto: ViniRoger

Islands of Adventure (1999): possui o Port of Entry (com lojas e serviços, com temática de bazar árabe), Marvel Super Hero Island (tema de super heróis dos quadrinhos), Toon Lagoon (Popeye e atrações para se molhar bastante), Jurassic Park, Skull Island (inspirada no filme de King Kong de 2005), The Lost Continent (tema de mitos e lendas da antiguidade), Seuss Landing (trabalhos do autor Dr. Seuss) e The Wizarding World of Harry Potter (Hogsmeade, com restaurantes e lojas, e o castelo de Hogwards).

Castelo de Hogwards. Foto: ViniRoger

Universal CityWalk (1999): área livre sem custo com lojas e restaurantes (incluindo o Hard Rock Café).

Universal CityWalk. Foto: ViniRoger

Volcano Bay (2017, substituto do Wet ‘n Wild): parque aquático cuja peça central é o “Krakatau”, um “vulcão” de 61 metros de altura com cachoeiras durante o dia e fluxos de “lava” à noite. Possui áreas para banhos de sol (Wave Village), atrações para a família (River Village) e mais radicais (Rainforest Village).

Existem filiais do Universal Orlando Resort no Japão e Cingapura (com futuras instalações em Dubai e na Coreia do Sul).

Para muitas dicas dos parques e passeios da região, veja mais no site Vai Pra Disney.