New York

Nova Iorque (em português) é a cidade mais populosa dos Estados Unidos e centro de uma das áreas metropolitanas mais populosas do mundo, além de capital do estado de mesmo nome. Cenário de muitos filmes e séries de televisão, é uma das principais cidades do mundo contemporâneo.

Skyline de Nova Iorque com Estátua da Liberdade. Foto: ViniRoger

Cada um dos estados nos EUA está subdividido administrativamente em territórios chamados condados (em inglês: “county”), com exceção do Alasca (distritos, ou “boroughs”) e da Louisiana (paróquias, ou “parishes”). Em muitos estados os condados são subdivididos em municipalidades (em inglês: “townships”) ou em cidades e podem conter outras municipalidades independentes.

Assim, a cidade de Nova Iorque é composta por cinco boroughs: Bronx, Brooklyn, Manhattan, Queens e Staten Island. Manhattan está localizado primariamente na Ilha de Manhattan, que fica na foz do Rio Hudson. Nele que estão a maioria das atrações.

Transporte

A cidade conta com três aeroportos: o JFK (John F. Kennedy), o La Guardia e o Newark. Todos são internacionais e recebem voos de todas as partes do mundo, com exceção do Newark, que fica em New Jersey (estado vizinho) e trabalha com as demandas domésticas dos EUA.

Uma opção de transporte dos aeroportos para Manhattan é o ônibus NYC Airporter, que parte a cada 30 minutos das seguintes estações: Grand Central Terminal, Penn Station e Port Authority Bus Terminal, indo de lá até o aeroporto e vice-versa.

O JFK possui um trem (o AirTrain) para circular entre os terminais, estacionamento e chegar até às estações de metrô (Jamaica Station ou Howard Beach Station), de modo gratuito.

Para usar o metrô (subway), é preciso usar o bilhete “metrocard”, à venda em máquinas disponíveis nas entradas da maioria das estações. O passe pode funcionar por tempo, com viagens ilimitadas (Unlimited Ride), ou ser carregado um valor qualquer (Pay-Per-Ride), que vai sendo debitado a cada viagem.

Muitas estações têm entradas separadas para cada sentido: Uptown (norte da ilha, Queens e Bronx) e Downtown (sul da ilha e Brooklyn). Também deve-se ter cuidado com as linhas locais e expressas (que pulam algumas estações). Mais informações no mapa do metrô de Nova Iorque.

Grand Central Terminal: “estou em uma estação, e ela é central”. Foto: ViniRoger

As principais atrações turísticas de Manhattan podem ser vistas de graça ou pagando um ingresso – se for visitar mais de uma, é mais barato e simples comprar um New York CityPass ou equivalente.

Central Park

Inaugurado em 1857, é um parque planejado que possui um grande reservatório de água, diversas “pontes” famosas em filmes e monumentos. Dentre os monumentos, estão uma estátua de Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland Margaret Delacorte Memorial), um memorial próximo ao local onde John Lennon foi assassinado (Strawberry Fields) e um obelisco do Antigo Egito conhecido como “Agulha de Cleópatra”. No ponto mais alto do Central Park, está o Castelo Belvedere, e ao sul está o Zoológico (que serviu de tema para o desenho animado Madagascar, mas que não possui todos os animais do filme).

The Metropolitan Museum of Art

Fundado em 1870, está localizado no Central Park e é um dos museus mais visitados do mundo. Seu acervo inclui obras de arte da Antiguidade clássica e do Antigo Egito, pinturas e esculturas de mestres europeus, galerias com ênfase em arte africana, asiática, oceânica, bizantina e islâmica, coleções de instrumentos musicais, vestimentas antigas, armamentos clássicos de todas as partes do mundo e uma ampla coleção de arte moderna americana.

Museu Guggenheim

Localizado de frente para o Lago Jaqueline Kennedy Onassis, no Central Park, o Museu Solomon R. Guggenheim é uma peça arquitetônica que se diferencia de longe de todas as construções ao seu redor, famoso pelas linhas curvas da fachada.

Museu Americano de História Natural

Entrada do Museu Americano de História Natural. Foto: ViniRoger

Também localizado de frente para o Central Park, foi fundado em 1869 e é o maior museu de história natural do mundo. Possui salas com vários animais empalhados, ossadas de animais extintos, meteoritos e pedras preciosas. Theodore Roosevelt está ligado à sua fundação, sendo representado por uma estátua logo na entrada – representado no filme “Uma noite no Museu”, que se passa, em tese, nesse museu.

Empire State Building

Vista a partir do Empire State (destaque para o Chrysler Building e o prédio das Nações Unidas). Foto: ViniRoger

Prédio mais alto do mundo entre 1931 e 1972 (quando foi concluída a construção da Torre Norte do complexo original do World Trade Center. Ele pode ser visitado até o 80° andar (do qual se pode observar através de um vidro), o 86° andar (a céu aberto, com uma grade na frente) ou o 102° andar (pago a parte). A viagem no elevador principal já é uma atração a parte, com uma projeção no teto. O edifício ficou muito conhecido pela participação que virou um clássico no filme King Kong, onde o Gorila se pendura no prédio para combater os aviões que o caçavam.

Rockfeller Center

Vista do Rockfeller Center (Empire State à esquerda). Foto: ViniRoger

É um complexo de 19 edifícios comerciais muito famoso durante o natal, com sua grande árvore e ringue de patinação. Também possui um deck de observação (apelidado de Top of the Rock), de onde pode-se observar também o Empire State Building. Vale a pena fazer uma visita nele a noite, para observar a cidade iluminada, e deixar o dia para subir no Empire State.

Memorial e Museu do 11 de Setembro

Memorial e Museu do 11 de Setembro. Foto: ViniRoger

No local onde ficavam as torres do World Trade Center, foi erguido um museu e duas fontes no local exato de cada torres, com os nomes de todas as vítimas do atentado de 11 de setembro de 2001. O Museu está localizado a 21 metros abaixo do solo e conta com fragmentos dos aviões, carro de bombeiro parcialmente destruído, colunas de aço retorcidas pelo impacto das aeronaves, escada dos sobreviventes, entre outros objetos.

Estátua da Liberdade e Ilha Ellis

A Estátua da Liberdade está localizada na ilha de mesmo nome, acessível por meio de balsas que saem do Battery Park (sul da Ilha de Manhattan) e do Liberty State Park (no estado de New Jersey). Para atingir a ilha (ou sair dela), também faz parte do trajeto a Ellis Island, que abriga o Museu da Imigração. A estátua de cobre de 46 metros de altura (mais 46,9 m de base) foi um presente dado aos Estados Unidos pelo povo da França em 1886. A visitação da coroa é paga a parte através de agendamento prévio.

Estátua da Liberdade. Foto: ViniRoger

“Venham a mim as multidões exaustas, pobres e confusas ansiosas pela liberdade. Venham a mim os desabrigados, os que estão sob a tempestade… Eu guio-os com a minha tocha.”
Inscrição na base da Estátua da Liberdade

Wall Street

Bolsa de Valores e Federal Hall. Foto: ViniRoger

A famosa rua de negócios conta com a Bolsa de Valores de Nova Iorque (New York Stock Exchange, criada em 1792), o Federal Hall National Memorial (onde George Washington tomou posse como primeiro presidente dos Estados Unidos) e, nas proximidades, o Touro de Wall Street (Charging Bull): uma escultura representa um touro em posição de ataque, e simboliza um mercado financeiro pujante. Em 2017, a estátua de uma menina em pose de desafio foi instalada em frente ao touro como forma de chamar atenção à desigualdade de gênero no mercado financeiro.

Times Square

Times Square. Foto: ViniRoger

Confluência da Broadway com a Sétima Avenida, é uma região de muito comércio, teatros e grandes painéis eletrônicos de propagandas. Na Times Square, está localizada a NASDAQ, uma das principais bolsas de valores do mundo. O local teve seu nome mudado em função da construção do edifício que durante muitos anos serviu para abrigar os escritórios centrais do jornal New York Times, o Times Building, hoje conhecido como One Times Square. Uma bola de cristal iluminada localizada em um poste no topo de um prédio desce por um mastro para sinalizar, à meia-noite, a chegada do novo ano.

Pontes do Brooklin e Manhattan

A “New York and Brooklyn Bridge” é uma das mais antigas pontes de suspensão nos Estados Unidos, com extensão de 1 834 metros sobre o rio East. De estilo gótico, contrasta com a vizinha, “Manhattan Bridge”, que é uma ponte suspensa toda de aço.

Pontes do Brooklin e de Manhattan. Foto: ViniRoger

Para os amantes de aviação, o Intrepid Sea, Air & Space Museum está montado sobre um porta-aviões do lado oeste de Manhattan, contendo diversas aeronaves (incluindo um Concorde e um ônibus espacial) e um submarino – veja mais no post Intrepid Sea, Air and Space Museum.