Conhecimentos Gerais de Aeronaves

Aulas de Conhecimentos Gerais de Aeronaves do curso de Comissário de Voo. Conteúdo: Partes das aeronaves, classificações, motores, sistemas… (link para arquivo)

Esse link mostra como é construído o motor convencional de um avião. Os vídeos a seguir são sobre o funcionamento do motor de aeronaves (a pistão e a reação, respectivamente):

Silenciosos e potentes, motores iônicos podem alimentar aviões no futuro (clique no link para saber mais).

Importante: aquilo que você vê geralmente pendurado nas asas dos aviões NÃO é a TURBINA, e sim o MOTOR. A definição geral de turbina é de uma máquina construída para captar e converter energia mecânica e térmica contida em um fluido em trabalho de eixo (por exemplo, em uma usina hidrelétrica). No avião, turbina é uma peça responsável por girar os compressores e o fan do motor que fica DENTRO do motor, logo atrás da câmara de combustão. Por exemplo: o Boeing 777 tem dois motores PW4090 com nove estágios de turbina, totalizando 18 turbinas! Isso sem considerar os 3 estágios da APU (Auxiliary Power Unit, que serve para ajudar a suprir força elétrica e pneumática aos sistemas do avião, permitindo a operação independentemente de força externa ou dos motores principais). Fonte: Aviões e Músicas. Veja esse vídeo do “Aero Por trás da Aviação” mostrando duas turbinas de um motor de avião:

Veja também

Espalhe a mensagem

5 comentários

  1. OMG , Professor que site tudo , amei estudo muito aqui e me ajudo muito , sério muito obrigado um anjo em nossas vidas HAHA qe Papai do Céu te Abençõe para você postar smp mais & mais para nós kk Bjs ,*

    Aluna do CEAB

  2. Só para constar: como a palavra “aeróstato” é uma proparoxítona, tem acento (portanto, não está certo escrever “aerostato”, cuja pronúncia seria com a sílaba tônica “ta”).
    Segue o significado de algumas palavras:
    – escamoteável: adj. Que se consegue escamotear (esconder)
    – cantilever: palavra aportuguesada do inglês e significa “viga, trave ou qualquer estrutura semelhante que se projeta para fora, sustentada apenas em uma das extremidades, podendo servir como suporte de marquises, telhados, varandas ou vãos de pontes.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.