A praia que muda de forma com o vento

Em uma das ilhas do litoral croata, existe uma praia cujo formato pode mudar em questão de poucos anos ou mesmo dias conforme o regime de ventos da região. Esse tipo de fenômeno é uma ocorrência bastante comum na maioria das praias, mas é muito pronunciada nesse caso e ocorrendo em uma curta escala de tempo. Mudanças na forma dessa praia ocorrem uma vez a cada dois ou três anos e foram observadas em 2010, 2016 e 2018.

Praia de Zlatni Rat (Croácia) nos dias 27 (esq.) e 29 de outubro de 2018, antes e depois da ocorrência de ventos fortes. Fotos: Roni Marinkovic Photography
Praia de Zlatni Rat (Croácia) nos dias 27 (esq.) e 29 de outubro de 2018, antes e depois da ocorrência de ventos fortes. Fotos: Roni Marinkovic Photography

A praia de Zlatni Rat é frequentemente listada como uma das mais bonitas praias da Europa. Seu nome é vem do dialeto Chakavian, falado principalmente pelos croatas ao longo da costa, e pode ser traduzido como Golden Cape ou Golden Horn (Cabo Dourado ou Chifre Dourado). Ela fica em uma ilha do Mar Adriático pertencente à Croácia, país da região dos Bálcãs.

O acidente geográfico em que se encontra a praia é uma barra de deposição ao largo da costa conhecida como lido. Constituído por material heterogêneo (geralmente areias e seixos), é resultante do desgaste da costa ou trazidos pelos cursos de água que desaguam no litoral e se deposita quando a velocidade das correntes marítimas diminui devido à baixa profundidade de água.

O processo costeiro dominante em ação aqui é chamado deriva costeira. Nele, a areia é movida para cima e para baixo na praia por correntes impulsionadas pelas ondas de uma direção dominante. Se essa direção mudar, de modo geral sazonalmente, a direção do movimento da areia muda. Isso, por sua vez, influencia a forma do relevo costeiro acima e abaixo da praia. Como as ondas que impulsionam essas correntes são geralmente formadas por ação dos ventos, eles possuem grande importância no processo.

As praias de ambos os lados da restinga estendem-se por cerca de 634 metros no total, mas a forma exata e o comprimento do relevo variam de acordo com as mudanças na maré, corrente e vento. De modo geral, ela aponta para o sul mas a extremidade mais distante, que geralmente é levemente voltada para o leste, geralmente se desloca para o oeste em certas condições climáticas, especialmente com um forte vento sudeste conhecido na Croácia como Jugo. Esse vento, que também recebe o nome de Sirocco, é um vento mediterrâneo que vem do Saara e pode atingir velocidades de furacão no norte da África e no sul da Europa, especialmente durante o verão.

As águas circundantes são geralmente frias e claras, devido à corrente no Canal Hvar (mesmo nome da ilha que fica ao sul e de frente para o promontório). Um vento oeste duradouro à tarde, conhecido como Maestral, tornou a praia um destino para os praticantes de windsurf. O maestral é um vento anabático (vento quente que sopra em uma encosta íngreme impulsionado pelo aquecimento dessa encosta através da insolação) de brisa marítima que sopra no verão, quando a costa leste do Adriático fica mais quente que o mar. É, portanto, um vento suave de mar a costa, ao contrário do mistral. O forte vento catabático ali é o bora, que vem de nordeste.

Fontes

Compartilhe :)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.