A música dos filmes

Um fator fundamental para um bom filme é a trilha sonora, certo? Existem algumas que ficaram mais (ou tão) famosas quanto os próprios filmes. Exemplos: Flash Gordon e Highlander, com as músicas Who wants to live forever e Princes of universe, ambos com trilha do Queen. Ou também tem aquela música que a gente lembra “ah, é de tal filme”, por exemplo:

  • De volta para o Futuro – Back to the Future (The Outatime Orchestra)
  • Rocky, o lutador– Eye of the tiger (Survivor) e Gonna Fly Now (Bill Conti)
  • Os Embalos de Sábado a noite – Stayin’ Alive (Bee Gees)
  • A Ponte do Rio Kwai
  • 007 – Secret Agent Man (John Barry)
  • Missão Impossível – Mission Impossible Theme (Lalo Schifrin)
  • Os Caça-fantasmas – Ghostbusters (Elmer Bernstein)
  • Armageddon – I Don’t Want to Miss a Thing (Aerosmith)
  • Titanic – My Heart Will Go On (Celine Dion)
  • Meu Primeiro Amor – My Girl (The Temptations)
  • O Guarda-Costas – I Will Always Love You (Dolly Parton)
  • Uma Linda Mulher – Oh, Pretty Woman (Roy Orbison)
  • Ghost – Unchated Melody (The Righteous Brothers)
  • Dirty Dancing – (I’ve Had) The Time of My Life (Franke Previte, John DeNicola, e Donald Markowitz)
  • Pantera Cor-de-Rosa (Henry Mancini)
Filme "O melômano" (1903) de George Méliès, em que o próprio ilusionista interpreta um músico que substitui, sucessivamente, sua cabeça, jogando uma a uma num fio telegráfico como se fossem notas musicais.
Filme “O melômano” (1903) de George Méliès, em que o próprio ilusionista interpreta um músico que cópias de sua cabeça em um fio telegráfico como se fossem notas musicais. Os filmes mudos as vezes contavam com uma banda para tocar música durante a exibição do filme.

A trilha sonora (conhecida em inglês como soundtrack) é “todo o conjunto sonoro de um filme, programa de televisão, jogo eletrônio, etc, incluindo além da música, os efeitos sonoros e os diálogos”. Pode incluir música original, criada de propósito para o filme, ou outras peças musicais, canções e excertos de obras musicais anteriores ao filme. A música composta especialmente para o filme e totalmente instrumental é conhecida como música incidental (“original score”) ou música de fundo (BGM, “background music”). Ela é capaz de dar o tom de emoção necessário a cada cena. O filme Gravidade é um bom exemplo disso, assim como os desenhos de Tom e Jerry.

Em filmes de ação/aventura, muitas vezes essas músicas podem ser exemplares do gênero música épica. A música épica pode ser considerada um sub-gênero do rock progressivo, podendo receber influências de música orquestral, sinfônica e até eletrônica. Devem transmitir sentimentos inseridos no contexto da cena.

O italiano Ennio Morricone compôs para mais de 40 faroestes do “bang-bang à italiana”. A “trilogia dos dólares”, de Sergio Leone, tem o filme The Good, the ugly and the bad, com a música The Ecstasy of Gold (vídeo abaixo). Sabe aquele típico assobio de faroeste? É a música de abertura desse filme. E falando em assobio, lembra do filme Kill Bill, com a música A Silhouette of Doom? A trilha sonora também é obra dele. Veja mais sobre filmes de faroeste clicando no link.

O canal EntrePlanos fez uma análise de como Ennio Morricone revolucionou a música no cinema:

Falando em italianos, Nino Rota compôs a música dos filmes de Federico Fellini e Francis Ford Coppola. A lista de filmes incluem La dolce vita, , Amarcord e O poderoso Chefão.

Hans Zimmer é um grande compositor alemão, compôs músicas para a trilha sonora de Rei Leão, Gladiador, O último samurai, Batman: O cavaleiro das Trevas, Piratas do Caribe, Interestelar, dentre outros. Já trabalhou em conjunto com James Newton Howard, compositor norte americano responsável pelas trilhas de filmes do diretor M. Night Shyamalan e do filme Jogos Vorazes.

Outro grande autor é Vangelis, compositor grego que criou músicas para os filmes Carruagens de fogo, Blade Runner, 1492: A conquista do Paraíso, série Cosmos (de Carl Sagan) e documentários de Jacques Cousteau (Antártida).

John Willians, compositor e maestro norte americano, autor de clássicos como o tema do Super Homem, Indiana Jones, Star Wars (A Marcha Imperial, música do Dart Vader) e Harry Potter. Já compôs para muitos filmes de Steven Spielberg, como A lista de Schindler, Jurassic Park, Tubarão, ET e Inteligência Artificial.

Danny Elfman inciou na música como líder da banda Oingo Boingo, fundada por seu irmão Richard Elfman em 1972, cujo maior sucesso foi a canção “Stay”, nos anos 80. Em 1989, Danny compôs em apenas 2 dias a música que ficou marcada como tema de abertura da série de TV americana Os Simpsons. Também trabalhou na trilha sonora de filmes como Beetlejuice (Os Fantasmas se Divertem), Batman, Edward Mãos-de-Tesoura, A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça, Men in Black, Mission: Impossible e vários filmes de Tim Bruton.

O músico norte-americano James Horner criou a trilha sonora de diversos filmes como Titanic, Aliens, Apollo 13, Coração Valente, Uma mente brilhante e Avatar. Clique no link para ver um vídeo falando mais do trabalho de Horner e algumas comparações entre suas músicas.

Alan Silvestri é um compositor norte-americano que inclusive ganhou nomeações a Oscar e Grammys com a canção “Belive” do filme Expresso Polar. No entanto, talvez suas obras mais conhecidas estejam na trilogia do filme “De Volta para o Futuro”. Também trabalhou na trilha de Os Vingadores, Capitão América, Lara Croft, Forrest Gump, The Abyss, Predador, Beowulf e Uma noite no Museu.

Basilis “Basil” Konstantine Poledouris foi um compositor greco-americano que se concentrou em bandas sonoras de filmes e de programas de televisão. Possui trabalhos nas trilhas sonoras dos filmes Conan, Robocop, Starship Troopers, Os Miseráveis, Free Willy, dentre outros.

Outros grandes nomes são Alan Menken, que fez a trilha de alguns desenhos da Disney (como A Pequena Seria), Bernard Herrmann, que compôs a trilha de vários filmes de Alfred Hitchcock (como Psicose), Howard Shore (Senhor dos Anéis), Jerry Goldsmith e Max Steiner (E o vento levou).

Alguns grupos famosos com grandes trabalhos na área: Audiomachine, Two Steps From Hell, Brand X Music, E.S. Posthumous, Immediate Music/Globus (a música Europa é muito boa), Pfeifer Broz. Music, X-Ray Dog.

No youtube tem muitas dessas músicas e algumas seleções. Essas seleções são ilustradas com cenas dos filmes e lista nos comentários do vídeo que marcam o início de cada música (com nome da música e autor). Veja esse vídeo:

Outro exemplo pode ser daquelas músicas de circo, como “Entrance of the Gladiators”, de Julius Fučík, e “Sobre las Olas”, de Juventino Rosas. Finalizando, as músicas de fundo do seriado Chaves (conhecidas como BGMs, ou Background Music), que podem ser ouvidas em canal próprio do youtube.

Curtiu? Alguma sugestão, ficou faltando alguém que não poderia faltar? Por favor, avise através dos comentários e participe! =)