Pão de ló

Quem nunca foi em um aniversário com bolo? (leia “bolo” imaginando o professor Girafales falando “Um bolo! (…) de baunilha, chocolhate…“). A base mais tradicional dos bolos no Brasil é o pão de ló – ainda lembrando de Chaves, com ele falando “Burro a pão de ló!“. Podem ser usados em bolos tradicionais, naked cakaes (sem cobertura), drip cakes (cobertura líquida escorrendo pelas laterais) e até rocamboles.

Duas camadas de pão de ló feitas com a receita do post. Foto: ViniRoger
Duas camadas de pão de ló feitas com a receita do post. Foto: ViniRoger

Dentre as várias (e difíceis de comprovar) teorias do surgimento do pão de ló, está a de que tenha surgido nos conventos portugueses – de onde surgiram tantos doces. As freiras do Convento de Coz teriam passado as técnicas de preparo para uma família de Alfeizerão, que, com o tempo, disseminou a preparação da massa. Tanto que essa é a origem do castella (ou kasutera), um popular bolo japonês feito à base de açúcar, farinha, ovos e xarope de milho.

Outra teoria diz que teria nascido na Espanha no século XVII, e por isso a receita recebeu o nome de Pan di Spagna. Esse é o nome em que é conhecido na Itália também. Nos Estados Unidos e na Inglaterra, por exemplo, ele é chamado de Sponge cake. De acordo com o Grande Dicionário Etimológico Prosódico da Língua Portuguesa de Silveira Bueno (6.º volume), Edição Saraiva (1966), “o inventor foi um confeiteiro alemão que se chamava Lot”, então acredita-se que seu nome tenha surgido daí.

A receita tradicional contém somente de ovos, farinha e açúcar. Ou seja, sem o fermento em pó químico, normalmente utilizado em outras massas de bolos. A sustentação, o crescimento e a leveza da massa ocorrem por meio da aeração dos ovos ao longo da preparação.

Por ter um sabor neutro, serve para compor sobremesas mais elaboradas, como bolos confeitados. Ela costuma ser aromatizada com essência de baunilha, cravo, canela, limão, laranja e até cacau ou chocolate em pó, que podem ser agregados à massa.

Receita de pão de ló tradicional

Ingredientes

  • Assadeira (medida recomendada: 20 x 30 x 4 cm)
  • Papel manteiga que cubra o fundo
  • 165 g (1 xícara e 1/3) de farinha de trigo sem fermento
  • 165 g (1 xícara rasa) de açúcar (refinado, demerara ou cristal)
  • 6 ovos

Procedimentos

  1. Recorte o papel manteiga na medida do fundo da assadeira, untando somente o fundo para grudar o papel (nas laterais, a massa deve grudar para se prender e não descer quando estiver esfriando)
  2. Quebre os ovos retirando a pele da gema, para não ficar aquele “cheiro de ovo” (segure a gema com a mão, fure com um garfo e esprema até sair todo seu conteúdo, descartando a pele que ficou na mão)
  3. Bata os ovos na batedeira em velocidade alta por 5 minutos
  4. Diminua a velocidade ao mínimo e adicionar açúcar aos poucos, para que não desça tudo para o fundo
  5. Deixe bater por mais 10 minutos (o volume deve aumentar bastante devido à formação de bolhas de ar no interior)
  6. Adicione a farinha peneirando (para não empelotar) e misturando com um fouet ou uma espátula bem levemente, para manter as bolhas e agregar a farinha à massa
  7. Quando a mistura estiver uniforme, despeje o conteúdo na assadeira
  8. Leve ao forno pré aquecido em 180°C por 30 minutos (coloque um palito e, se estiver seco ao sair, já está pronto)
  9. Deixe esfriar durante 40 minutos ou até ficar morno
  10. Passe uma faca entre a assadeira e o bolo para desgrudá-lo e vire a forma sobre uma superfície, retirando o papel manteiga do fundo

Nesse ponto, o pão de ló já está pronto. Se quiser fazer um bolo de dois andares, você deverá repetir a receita. Apesar de fofinho e firme, ele deve estar bem seco. Para molhar o pão de ló:

Calda para molhar pão de ló

  • 1 xícara de água
  • 3 cravos
  • 1 colher de chá de essência de baunilha
  • 1 pitada de canela

Coloque no fogão para ferver. Quando esfriar, espalhe pela superfície do bolo usando uma colher – faça furos com um palito para ajudar na absorção.

Bolo pão de ló confeitado com chocolate e morango. Foto: ViniRoger
Bolo pão de ló confeitado com chocolate e morango. Foto: ViniRoger

Finalmente, você pode rechear e cobrir o bolo. Aqui vai uma receita feita meio no improviso mas que acabou agradando – principalmente por não levar creme de leite rsrs. A receita deve ser o suficiente para cobrir e rechear 2 camadas, então se for fazer uma camada só, diminua um pouco os ingredientes.

Recheio e cobertura de chocolate com morango

Ingredientes

  • 2 barras de chocolate meio amargo
  • 1 colher de sopa de chocolate em pó
  • 1 lata de leite condensado
  • 2 medidas (usar lata de leite condensado) de leite
  • 2 bandejas de morango (200 g cada) limpos e cortados

Procedimentos

  1. Coloque todos os ingredientes, exceto o morango, em uma panela para derreter
  2. Mexa bem até que tudo derreta, a mistura fique homogênea e uma consistência próximo da pastosa
  3. Para montar o recheio, coloque metade dos morangos em um recipiente e despeje um pouco da mistura até agregar os pedaços de fruta
  4. Após molhar o pão de ló de baixo, coloque o recheio e cubra com o outro pão de ló
  5. Molhe a camada de cima do pão de ló e passe o restante da cobertura sobre o bolo
  6. Espalhe granulado e o restante dos morangos sobre a cobertura

Fontes

Espalhe a mensagem

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.