Montar pen drive manualmente no terminal Linux

Apesar da grande maioria das distribuições Linux tenha um ótimo suporte a unidades removíveis USB (pen drive), ainda existem equipamentos com versões mais antigas (servidores e maquinas limitadas) do Linux instaladas. Desse modo, devem ser seguidos alguns procedimentos para montar, usar e desmontar o pendrive usando o terminal de texto.

1 – Conecte o pendrive

2 – Abra um terminal de texto como usuário root (escreva o comando “su” e dê enter, colocando a senha de root) ou execute os comandos a seguir como sudo (escreva o comando com o “sudo ” na frente e digite a senha do seu usuário, quando necessário)

3 – Crie um diretório para montar o pen drive (pode ser outro nome em vez de “pendrive”):

# mkdir /media/pendrive

4 – Para descobrir o nome do dispositivo no Linux, digite o seguinte comando:

# dmesg | grep removable

O comando “dmesg” imprime o buffer de mensagens do núcleo/kernel, ou seja, quando o sistema reconhece o pendrive como um dispositivo e dá um nome para ele, aparece nesse log. A saída desse comando é redirecionada para outro comando, o “grep”, que busca strings no texto informado e imprime a linha que o contém; nesse caso, o texto a ser encontrado é “removable”, que sempre aparece na linha sobre a inclusão de um novo dispositivo USB. Veja esse exemplo:

[13696.443430] sd 5:0:0:0: [sdb] Attached SCSI removable disk

O primeiro elemento (dentro de colchetes) é o tempo desde a inicialização do sistema (em segundos). O outro elemento dentro de colchetes, de três letras, revela que o dispositivo foi nomeado como “sdb”.

5 – Considerando-se que exista somente uma partição no pen drive (o mais comum), basta montá-lo usando o seguinte comando:

# mount /dev/sdb1 /media/pendrive

Obs.: caso o pen drive tenha mais de uma partição, execute o comando “fdisk -l” para ver as outras partições e altere o número que vem depois de “sdb”

6 – Faça o que precisa fazer no pendrive. Veja esses exemplos de como copiar um diretório do computador (1ª linha) ou um determinado conjunto de arquivos (2ª linha) para o pen drive:

cp /export/data/archive /media/pendrive
cp /export/data/archive/dlr7_*_2017052[2-4]_* /media/pendrive

No segundo exemplo, são copiados arquivos que tenham obrigatoriamente o texto “dlr7_” com alguma coisa e depois uma sequencia de números, cujo final varia entre 2 e 4. Caso queira copiar somente os arquivos diretamente na “raiz” do pen drive, basta colocar “/*” logo após “archive”. Você também pode renomear a pasta após ser copiada usando o comando “mv /media/pendrive/archive /media/pendrive/dados_sensor1”.

7 – Após a utilização, desmonte o pendrive usando o seguinte comando (ainda como root):

# umount /media/pendrive

Caso apareça a mensagem “device is busy”, provavelmente ainda está copiando/lendo arquivos (nesse caso, tente desmontar alguns segundos depois) ou você está dentro da pasta a ser desmontada (saia do diretório “/media/pendrive” digitando o comando “cd /”, por exemplo) ou ainda pode estar em uso por algum outro programa (basta fechar esse programa, que pode ser um visualizador de imagens, por exemplo).

Mais fácil que isso só se você tiver uma “apple”:

Compartilhe :)

4 comments

  1. Deu apenas um problema, quando vai copia os arquivos para o pendrive mostra que não é possível porque o pendrive é uma unidade somente para leitara, como resolve isto?

    1. Oi Gilvan, tente mudar as permissões de leitura e escrita do diretório criado para montar o pendrive (antes de conectar o pendrive):
      sudo chmod -R 777 /media/pendrive
      Pode ser também um problema de formatação do pendrive, mas espero que não seja o caso.

  2. Olá, gostaria que pudessem me ajudar, o meu pendrive não é reconhecido como sdb1, sendo assim não sou capaz de montar ele, nem sequer aparece na lista de dispocitivos, porém com o hardinfo ele mostra o dispositivo em como SanDisk Corp. Cruzer Fit. Fiz o seguinte
    dmesg | grep removable
    [ 57.445654] sd 2:0:0:0: [sdc] Attached SCSI removable disk
    mount /dev/sdb1 /media/pendrive
    mount: /media/pendrive: o dispositivo especial /dev/sdb1 não existe.
    fdisk -l
    Disco /dev/sda: 447,13 GiB, 480103981056 bytes, 937703088 setores
    Disk model: KINGSTON SA400S3
    Unidades: setor de 1 * 512 = 512 bytes
    Tamanho de setor (lógico/físico): 512 bytes / 512 bytes
    Tamanho E/S (mínimo/ótimo): 512 bytes / 512 bytes
    Tipo de rótulo do disco: dos
    Identificador do disco: 0xaeb8c07e

    Dispositivo Inicializar Início Fim Setores Tamanho Id Tipo
    /dev/sda1 * 2048 1050623 1048576 512M b FAT32 W95
    /dev/sda2 1052670 937701375 936648706 446,6G 5 Estendida
    /dev/sda5 1052672 937701375 936648704 446,6G 83 Linux

    1. Oi Lucas, de acordo com sua saída do dmesg, parece que o seu pendrive foi reconhecido como dispositivo sdc (e não como sdb) ou seja, talvez a partição seja sdc1 (e não sdb1). Assim, tente usar o comando “sudo mount /dev/sdc1 /media/pendrive” caso o dmesg ainda indique essa situação – confira também se a pasta de destino “/media/pendrive” existe.

      Outra possibilidade é que não exista partição lógica no pendrive (ou que ela esteja corrompida). Insira o pendrive e abra o programa gparted como super usuário e veja o que aparece por lá – você também pode criar/modificar a partição usando esse programa. Caso precise instalá-lo, isso poder ser feito através do comando “sudo apt install gparted”.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.