Básico sobre EBITDA

EBITDA é a sigla em inglês para Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization. Ele também é conhecido com sua sigla em português LAJIDA: Lucro antes dos Juros, Impostos (Imposto de Renda e Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido), Depreciação e Amortização.

O EBITDA é um indicador de desempenho da empresa, ou seja, uma forma de medida do seu Lucro Operacional (todo o resultado gerado pela operação do negócio). Esse lucro está diretamente ligado com o resultado da operação da sua atividade fim, no qual excluímos as contas de resultado que não fazem parte da atividade principal. Como exemplo delas, temos Despesas financeiras (pagamentos de juros de empréstimos e financiamentos), Receitas financeiras (rendimentos de aplicações) e Receita de venda de um imobilizado.
Esse indicador também não considera os registros de depreciação e amortização no seu saldo. Isso porque a Depreciação não chega a ser uma despesa que constitui um gasto em caixa, sendo somente uma despesa provisionada – ela é registrada mensalmente representando quanto determinado Bem se deteriorou ao longo da sua vida útil.

Assim, o EBITDA demonstra o quanto a empresa teve de rendimentos depois dos custos e despesas operacionais do período e antes dos impostos e Resultado Financeiro. Veja uma DRE que demonstra o EBITDA em sua composição:

+Receita Operacional
-Deduções da Receita
= Receita Operacional Líquida
(-) Custos Operacionais
(=) Lucro Bruto
(-) Despesas Operacionais
(=) EBITDA
% Margem EBITDA
(-) Depreciação
(+) Receitas Financeiras
(-) Despesas Financeiras
(+) Outras Receitas
(=) Lucro Operacional
(-) Tributos IRPJ e CSLL
(=) Lucro Líquido

Uma forma de apresentar o EBITDA é através de uma relação percentual de seu resultado com a Receita Operacional Líquida, conhecido como “% Margem EBITDA”. Veja um exemplo na representação fictícia do Resultado de uma empresa a seguir:

DRE compondo um EBITDA no Excel
DRE compondo um EBITDA no Excel

Note que estamos realizando uma comparação entre o Resultado de três anos consecutivos de uma empresa fictícia, que vem mostrando uma grande capacidade em gerar lucro. Também é possível verificar que o ano de 2021 foi o período em que obteve o melhor rendimento. Para investidores, o EBITDA pode servir como um grande parceiro para decidir em qual empresa investir.

Para usuários do Sistema Domínio, é possível realizar a configuração da DRE conforme as telas a seguir:

Estrutura DRE no sistema Domínio
Estrutura DRE no sistema Domínio

Para os iniciantes na profissão, lembrem-se que todas as Contas de Resultado utilizadas na empresa devem estar vinculadas ao Grupo da sua DRE. Assim, o Resultado em ambos (DRE e Balancete) obrigatoriamente devem ser os mesmos.

Dica: Se você trabalha na área Contábil, configure no sistema utilizado na sua empresa a DRE para que já traga esses valores, buscando dos dados do seu Balancete.

Compartilhe :)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.