Aviões de papel

Um desafio comum para os fãs de engenharia aeronáutica é o de criar aviões de papel que voem do modo mais eficiente possível. Competições são realizadas para ver qual protótipo voa pelo maior tempo possível, cobrindo a maior distância. Um avião de papel é basicamente um planador e depende somente do fluxo de ar incidente sobre ele enquanto se movimenta para se manter no ar.

Modelos de avião do aplicativo Paper Airplanes

A grande maioria dos projetos bem sucedidos de aviões de papel possuem alguns pontos em comum:

  • Asas largas – o suficiente para capturarem o ar necessário para manter o avião em voo (efeito esse conhecido como sustentação)
  • Centro de gravidade do avião o mais à frente possível – o centro de gravidade (CG) precisa estar localizado um pouco à frente para balancear corretamente a sustentação fornecida pelas asas em voos longos
  • Pontas das asas anguladas – para maximizar sustentação e estabilidade; winglets (dobras nas pontas laterais) diminuem os efeitos de turbulência nas pontas das asas (fatais para aviões pequenos e leves como os de papel) e dobras nas partes traseiras também auxiliam na manutenção da estabilidade de voo (assim como a rabiola da pipa e a empenagem dos aviões)
  • Dobras extras fazendo-o mais comprido e fino – um formato mais aerodinâmico diminui a resistência do ar, fazendo voar bem mais rápido e diminuindo a perda de velocidade
  • Nariz compacto – com muito papel dobrado, o torna mais seguro e menos propenso a amassar em impactos

O lançamento deve ser diagonalmente para cima, mas não pode ser com muita força nem muito fraco.

Veja alguns modelos e um passo a passo da construção deles nos vídeos abaixo do Manual do Mundo:

Um dos truques para manter o planador voando por um tempo muito grande (mas não infinito) é o de criar um fluxo de ar constante de baixo para cima. Isso é o que acontece ao se empurrar uma placa grande inclinada, que direciona o ar, que é encontrado à frente de seu movimento, para cima.

Outra forma é o de imitar a natureza e criar térmicas artificialmente. Uma térmica é uma região onde o ar quente sobe, efeito esse conhecido como convecção, muito usado por pilotos de planador, parapente e principalmente urubus. Nesse link, é possível ver o efeito de criar uma térmica através de uma placa de aquecimento.

Fontes