Pequenas coisas do dia a dia

Você sabe quanto tempo usa por dia em atividades rotineiras e recomendadas para o seu bem estar? E quanto tempo outras pequenas atividades inerentes ao cotidiano nos levam do nosso tempo de vida? Veja essas estimativas:

Saúde

  • 8 horas de sono – para adultos de 18 a 64 anos, é recomendável dormir de 7 a 9 horas por dia – ou seja, por volta de 8 horas.
  • 2 horas de alimentação – para se ter uma alimentação equilibrada e saudável é fundamental a realização de 5 a 6 refeições ao dia, contemplando café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar, e dependendo da hora da janta e da hora de dormir, a ceia. Cada refeição deve demorar por volta de 20 minutos (menos tempo para os lanches e mais tempo para as outras). Ao fim de um dia, serão quase 2 horas dedicas à alimentação.
  • 30 minuto de exerfícios físicos – a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda 30 minutos por dia de exercícios físicos, no mínimo cinco vezes por semana e revezando entre práticas que estimulem força e resistência.
  • 15 minutos lavando as mãos – deve-se lavar as mãos antes de consumir ou mexer em alimentos, e depois de ir ao banheiro, espirrar, tossir, assoar, mexer em objetos sujos ou estar em contato com animais. Assim, considerando 6 refeições por dia, 6 idas ao banheiro e 4 vezes para outros casos, são 16 lavagens. O ritual completo deve durar cerca de 50 segundos (o tempo de cantar duas vezes “parabéns a você”), totalizando por volta de 15 minutos.
  • 13 minutos de higiene bucal – o tempo ideal de escovação é de 2 minutos, que somado ao tempo do fio dental (1 minuto) e do enxaguante (1 minuto), pode atingir 4 minutos. Deve-se escovar os dentes ao acordar, após as refeições (pelo menos após a principal) e antes de dormir. Multiplicada essas 3 vezes pelo tempo de cada escovação, são 12 minutos. Considerando-se 30 segundos de tempo para ir e voltar do banheiro em cada ida, dá 1 minuto e meio, o que permite arredondar para 13 minutos de tempo total.
  • 10 minutos usando o banheiro – normalmente, as pessoas evacuam cerca de 12 horas após a ingestão do alimento, ou seja, o ideal é que a pessoa use o banheiro duas vezes por dia, o ideal para liberação das fezes é de 12 segundos, mas as pessoas demoram em média 2 minutos para cada uso. As pessoas urinam cerca de quatro vezes por dia, usando 30 segundos por vez. Somando tudo, são 6 minutos por dia. Considerando-se 30 segundos de tempo para ir e voltar do banheiro em cada ida, são 3 minutos de trânsito, que somados ao tempo de uso resultam em quase 10 minutos por dia.
  • 10 minutos de banho – a OMS fixou em 5 minutos a duração ideal do banho para conseguir um uso sustentável de água e energia, mas geralmente usam-se 10 minutos (ainda mais se contar o tempo de se enxugar). Se tiver cabelos compridos ou for fazer algum tratamento extra, o tempo pode ficar ainda maior.
  • 7 minutos bebendo água – a água deve ser ingerida, principalmente no calor, de 2 em 2 horas, no mínimo 2 litros por dia. Isso equivale a 300 ml (1 copo) aproximadamente a cada intervalo de tempo, 7 vezes ao dia no período em que está acordado. Considerando 1 minuto para cada copo, são 7 minutos por dia envolvidos diretamente no processo de beber água.

Até aqui, são quase 11 horas e meia (685 minutos) dedicados à manutenção do corpo.

Outras atividades rotineiras

  • 2 horas no trânsito – na cidade de São Paulo, o tempo médio para os deslocamentos chegou a 2 h 43 min, segundo pesquisa realizada em 2018. No mesmo ano, uma pesquisa apontou que o brasileiro passa, em média, 2 h 28 min por dia no trânsito para se deslocar, de casa para o trabalho, para médicos, lazer e paras as compras nas capitais.
  • 2 horas de telecomunicações – no Brasil, o tempo diário gasto nas redes sociais supera 3 horas e meia (em 2018). Lendo e deletando e-mail, usava-se em média 2 horas em 2012. Considerando-se o tempo de comunicação envolvido com o trabalho e questões importantes, pode-se considerar 2 horas somando-se todos os pequenos períodos usados ao longo do dia.
  • 30 minutos para “resolver pepinos” – não é todo dia que a pessoa precisa ir ao banco (ou usar o “internet banking”), passar por consulta médica/dentista, arrumar alguma coisa quebrada em casa, atualizar programas no celular ou no computador, etc. No entanto, algumas rotinas mensais acabam exigindo um pouco mais de tempo de dedicação – por exemplo, para fazer um planejamento financeiro, espera-se dispender 1 hora por mês, o que acaba acumulando em um dia só. Assim, considera-se em média 30 minutos por dia gastos com essas atividades.

Por enquanto, são 4 horas e meia (270 minutos) usadas em tarefas que não são exatamente o nosso objetivo. Outras atividades podem vistas na reportagem Quanto tempo na vida a gente passa dormindo? E fazendo cocô? E tendo orgasmo? da revista Mundo Estranho ou ser definidas por você.

Conclusão

Somando tudo, temos o 16 horas “presas” de um dia de 24 horas. Ou seja, só temos realmente 1 terço do dia livre para alguma atividade. Essas 8 horas geralmente são usadas para o trabalho durante os dias úteis da semana, que correspondem a 5/7 (mais de 70% da semana). Descontando o cuidado com o corpo e o tempo de “resolver pepinos” nos finais de semana, restam 24h por semana realmente livres, de um total de 168 horas.

Assim, em uma semana normal, temos apenas 14% do tempo para aproveitar como queremos. Lógico que isso é uma estimativa bastante grosseira e que varia muito para cada pessoa, que acabam sacrificando algumas atividades para terem mais tempo para outras. Mas isso serve de reflexão para você fazer suas estimativas e planejar melhor o seu tempo. Como você pretende usar seu tempo finito de existência?