Monitoramento da Região Metropolitana de São Paulo

No cotidiano, as pessoas devem se deslocar entre sua residência e o trabalho, centros de consumo, locais de diversão, etc. Quando alguém planeja a execução dessas atividades, os pontos de partida e chegada e o trajeto devem garantir condições de realizar o que foi planejado. Por exemplo, depois de uma chuva forte, pode faltar luz e o portão automático da casa não abrir, ou semáforos não funcionarem e o trânsito ficar bem carregado, ou também acontecer um alagamento que impeça de usar o local de trabalho.

As regiões metropolitanas podem ser consideradas sistemas caóticos por serem complexas e dinâmicas deterministas, mas que apresentam um fenômeno fundamental de instabilidade chamado sensibilidade às condições iniciais. Assim, mesmo pequenas ações possam gerar grandes consequências e a previsão do cenário a longo prazo seja impraticável.

Diante desse cenário, existe a necessidade de realizar monitoramentos de curta antecedência e de tempo real das principais variáveis que influenciam na execução das atividades cotidianas. Existem ferramentas gratuitas disponibilizadas ao público através da internet, que podem ser usadas por qualquer cidadão que deseja se organizar ao máximo diante de fatores que possam interferir em suas atividades.

Tela com monitoramento nos sites Chuvaonline, CGE e SAISP. Foto: ViniRoger

Aqui seguem os links e alguns comentários sobre as ferramentas mais comuns para monitorar o trânsito e o tempo meteorológico -algumas delas específicas da região metropolitana de São Paulo (RMSP).

Trânsito – CET

O site da Companhia de Engenharia de Tráfego da capital paulista oferece condições gerais do trânsito nas vias monitoradas, notícias de interdições temporárias programadas, informações sobre o rodízio de veículos por placas e câmeras online de vários pontos, além de várias outras informações.

Trânsito – Google Maps

O serviço de pesquisa e visualização de mapas e imagens de satélite da Google também possui informação de trânsito, informado de modo colaborativo por usuários de celular. O link acima já aponta para o centro da RMSP usando a camada de trânsito. Você pode dar um zoom na região de interesse e atualizar quando quiser consultar se novas informações estão disponíveis. Constam acidentes, interdições e a velocidade média da via pode ser consultada através de uma escala de cores (verde, para trânsito livre, até vermelho escuro, de trânsito parado).

Tempo – CGE

O Centro de Gerenciamento de Emergências da capital paulista trabalha em regime de plantão 24 horas por dia monitorando as condições de chuva, eventos extremos de temperatura e de umidade do ar, dentre outros fatores. O site apresenta a situação das subprefeituras da cidade, que podem estar em observação, atenção ou alerta, além de pontos de alagamento (transitáveis ou não), temperatura e umidade atuais e previsão de tempo para o dia atual e próximos dias (através de ícones e boletins). O site também possui um link com as estações meteorológicas de diferentes pontos da cidade, com valores e gráficos da precipitação, temperatura, umidade, vento e pressão das últimas 24 horas, além de imagem de satélite e outras informações.

Chuvas – Chuvaonline

Um radar meteorológico permite saber a posição e intensidade de chuva em toda sua área de abrangência. Acompanhando sequências dessas imagens no tempo, é possível estimar a direção e o desenvolvimento dos sistemas precipitantes (se estão ficando mais intensos ou se estão se dissipando). O site Chuvaonline (do IAG/USP) apresenta essas informações com uma precisão espacial que permite distinguir quais bairros estão chovendo ou não através da composição de duas imagens, cobrindo grande parte da RMSP. Uma animação das últimas imagens pode ser vista no link, e para uma área de maior abrangência, você pode consultar o radar XPOL ou o site do REDEMET (do DECEA) – nesse caso, selecione “Radar -> Maxxcappi” e zoom em São Roque/SP.

Chuvas – Windy

Outra fonte de imagens de radares meteorológicos é o site Windy, que usa as imagens dos radares do DECEA, Funceme e outros (de fora do país) para mostrar onde está chovendo desde os últimos minutos (imagem estática inicial) ou das últimas horas (através da animação do histórico recente). A animação permite também acompanhar o crescimento (ou decaimento) das tempestades, assim como sua direção de propagação.

Nível de rios – SAISP/FCTH

O Sistema de Alerta de Inundações do Estado de São Paulo (SAISP), operado pela Fundação Centro Tecnológico de Hidráulica (FCTH), possui uma rede telemétrica (medição de chuvas e nível de rios e córregos) e um radar meteorológico. O link do item aponta direto para um histórico constantemente atualizado com os horários onde cada corpo d’água entrou (ou saiu) dos estados de atenção, alerta, emergência ou extravasamento (nessa ordem). O relatório também apresenta imagens de radar, acumulados de precipitação, gráficos de estados fluviométricos, link para imagens de satélite e pontos de alagamentos do CGE.

Twitter

Uma forma rápida de publicar e conferir notícias é através do twitter. Você pode seguir os perfis das instituições que propagam as informações interessantes para o monitoramento e manter-se informado, ou simplesmente visitar esses perfis quando for de interesse. Aqui vão algumas sugestões:

Outros links interessantes de meteorologia podem ser vistos no post do link. Para um monitoramento de terremotos e outros eventos globais, existe o site Painel Global.