Brincar com Nintendo Switch traz benefícios

Novo Nintendo Switch

Durante muito tempo era dado como certo que todas as brincadeiras com jogos eletrônicos não traziam benefícios para as crianças. Muito pelo contrario, pais e professores consideravam que as crianças que jogassem com jogos como Nintendo Switch games teriam problemas de atenção na sala de aula, seriam crianças dispersas e perderiam o interesse em outras atividades.

De certa forma, isso era compreensível: jogar durante muito tempo com Nintendo Switch ou outros jogos eletrônicos tira a vontade de sair para jogar ao ar livre, para praticar algum esporte, até para ler um livro, revista em quadrinho e, pior ainda, fazer o dever de casa!

Porém, como todas as coisas, tudo tem um limite, e qualquer jogo ou atividade das crianças sem controle dos adultos, pode trazer problemas. É muito importante que os pais e os responsáveis das crianças estejam atentos a todas as atividades que elas desenvolvam durante o dia, para que possam crescer saudavelmente, tanto física quanto psiquicamente.

Jogos como o Nintendo Switch são positivos

Mario e Luigi na Nintendo Swtich
Por incrível que pareça, está comprovado que os jogos eletrônicos colaboram para o desenvolvimento das crianças. Foram feitos diversos estudos tanto na Europa como nos Estados Unidos, que deram como resultado os seguintes itens:

1. Os jogos eletrônicos são como uma espécie de bomba positiva para o cérebro.

Uma criança que brinca durante aproximadamente 30 minutos por dia, terá um aumento da matéria cinza no hipocampo direito e o cerebelo. Estas são as áreas que se encarregam de estimular não somente a memória, mas também o planejamento e a estratégia.

2. Os jogos eletrônicos aumentam a inteligência.

De acordo a alguns testes feitos com crianças que jogam jogos eletrônicos, algumas têm apresentado um rendimento maior na escola, bem como velocidade e rendimento positivo nas atividades diárias de um modo geral.

3. Os jogos eletrônicos ajudam na atenção.

Este tipo de jogos de entretenimento colabora para melhorar as habilidades daquelas crianças que tem dislexia. Por outra parte, ajuda a aumentar nelas a capacidade de atenção.

4. Os jogos eletrônicos podem funcionar como analgésicos.

Principalmente os jogos eletrônicos que são de realidade virtual, colaboram muito para diminuir a ansiedade que a criança possa ter por causa de uma dor física. A distração durante o jogo ajuda a reduzir o estresse e o medo da dor que estão sentindo.

5. Os jogos eletrônicos podem colaborar para melhorar a visão.

Aqui o estudo se refere não só as crianças, mas também aos adultos: aqueles jogadores que costumam jogar jogos de ação conseguem distinguir mudanças no brilho e na cor de uma imagem.

6. Os jogos eletrônicos colaboram na criatividade.

As crianças que brincam com este tipo de jogos costumam ser mais criativas.

O controle é fundamental

Toda atividade dos menores deve ser sempre controlada pelos adultos. E os jogos eletrônicos não fogem dessa regra. Mas como podem os pais exercer o controle em relação a jogos como o Nintendo Switch?

a) Os jogos eletrônicos possuem uma indicação relativa à idade da criança para poder jogar esse jogo. É fundamental prestar atenção a isso para adquirir o jogo adequado à idade dos filhos.

b) Indicar à criança o tempo limite para que, quando a hora determinada chegar, a criança entenda que é o momento de parar.

c) Estimular a criança para que faça outras atividades durante o dia, como a prática de algum esporte. Isso é muito importante para o desenvolvimento físico sadio e, conforme o tipo de esporte, para a socialização com outras crianças.

d) Estimular a leitura. As historias infantis são úteis não só para o entretenimento, mas também para a imaginação, a criatividade e a linguagem. Criança que lê, costuma não ter problemas ortográficos.

e) Brincar com a criança. Isto é, escolher um jogo eletrônico para jogar com ela. Isso permitirá uma cumplicidade maior com os filhos e um divertimento em família. Mas atenção: o limite do tempo deve continuar. Regras são regras!

Fica evidente e muito claro que os jogos eletrônicos trazem benefícios para as crianças sempre que seja sob controle dos pais ou dos adultos responsáveis. O divertimento é fundamental para que as crianças cresçam saudáveis emocionalmente. Só basta um bom diálogo e limites, para que tudo corra bem.

“Este é um post patrocinado”