Fabricantes de aeronaves soviéticas

A United Aircraft Corporation é uma empresa russa de capital aberto cujo sócio majoritário é o governo da Rússia. Sedia em Moscou, foi fundada em 2006 com o intuito de agrupar empresas já tradicionais da aviação soviética (listadas abaixo), que trabalham na construção, manufatura, projeto e venda de aeronaves para fins civis, militares e de transporte.

Yakovlev

Formada em 1934 por Alexander Sergeyevich Yakovlev, no entanto teve o dia do voo inaugural da aeronave AIR-1 desenvolvida no Departamento de Aeronaves Leves do GUAP (Agência Principal da Indústria Aeronáutica) sob supervisão de A.S. Yakovlev em 12 de Maio de 1927. Durante a Segunda Guerra Mundial, a Yakovlev projetou e produziu uma linha famosa de aeronaves caça a pistão. Foi adquirida pela Irkut em abril de 2004.

Tupolev

Fundada em 1922 por Andrei Tupolev, atua no fabrico e reparação de produtos aeroespaciais tanto civis como militares, como aeronaves e sistemas de armamento. Também trabalha nos campos dos mísseis e na aviação naval. Completou mais de 300 projetos e produziu mais de 18 000 aeronaves para a URSS e o bloco soviético.

Entre seus trabalhos mais destacáveis durante esta época se encontra o desenvolvimento de bombardeiros pesados. Durante a segunda guerra mundial, o avião bimotor Tu-2 foi um dos melhores bombardeiro estáticos soviéticos. O modelo Tu-16 se modificou para dar lugar ao Tu-104, de uso civil, que foi durante o período em que o De Havilland Comet deixou de voar o único avião da linha a turbo-reação. O Tu-95 se converteu na base do avião de linha Tu-114, de alcance médio-longo, o mais rápido dos aviões turbo-propulsores da história.

Durante os anos 1960, desenvolveu o Tu-144 (primeiro avião de linha supersônico, veja mais no post sobre aviões supersônicos), o popular Tu-154 e o bombardeiro estratégico Tu-22M ‘Backfire’. Após o final da Guerra fria se concentrou o trabalho em aparatos subsônicos de aviação civil, incluindo o sistema fly-by-wire e desenhos de aerodinâmica avançada como os Tu-204/214, Tu-330 e Tu-334.

Irkut

Fundada em 1932, tem sede em Moscou mas a fábrica está localizada em Irkutsk. É basicamente a fábrica de aviões de outras fabricantes, como Tupolev, Mikoyan e Yakovlev.

Ilyushin

Fundada em 1933 por Sergey Vladimirovich Ilyushin, produziu aviões comerciais (como Il-18 ‘Coot’ turboélice, Il-62 e Il-96), de transporte (Il-76 ‘Candid’) e caças (Il-2 e Il-10 ‘Sturmovik’, usados na Segunda Guerra).

Beriev

Especializada em avião anfíbio, a empresa foi fundada em 1934 na cidade de Taganrog. Projetou e produziu mais de 20 diferentes modelos de avião para propósitos civis e militares, assim como modelos personalizados.

Beriev A-40 ‘Albatros’, o maior avião anfíbio multi-propósito do mundo – somente duas unidades foram produzidas. Fonte: Wikipedia

A empresa produziu ecranoplanos: uma classe de aeródinos com características peculiares, diferente dos hidroaviões, aerobarcos e hovercrafts. Inventado pelo engenheiro naval soviético Alexeev Rostislav Evgenievich nos anos 1950, o ecranoplano foi projetado para movimentar-se voando a poucos metros de altura sobre uma superfície plana, geralmente aquática, sem ser detectado pelos radares inimigos. Seu nome deriva da denominação que recebe em russo o efeito solo, responsável pelo seu voo. O efeito solo cria uma sobrepressão sob as asas, criando um colchão de ar que dá sustentação à aeronave em voo rasante.

Ecranoplano Bartini Beriev VVA-14. Fonte: Wikipedia

No entanto, o maior dos ecranoplanos produzidos na extinta União Soviética não foi da Beriev. O KM tinha 100 metros de comprimento e 540 toneladas de peso máximo, e foi batizado pelo serviço de inteligência americano como “Monstro do Mar Cáspio“. Fabricado em 1966, tinha dez motores e voava a 30 centímetros sobre a superfície aquática, não podendo elevar-se além dos 3 metros, sob risco de perder a sustentação.

Mikoyan

Começou suas atividades desenvolvendo projetos militares para o governo da URSS, fundada em 1939 pelo armênio Artem Mikoyan e Mikhail Gurevich, por isso o nome inicial de “Mikoyan-Gurevich”. Após a morte de Gurevich em 1976, a palavra “Gurevich” foi eliminada do nome da empresa, mas a empresa ainda é mundialmente conhecida pelo prefixo “MiG”.


MiG-31, caça de alta performance, capacitado para interceptar e destruir múltiplos alvos aéreos a altitudes de até 28 km. Fonte: Wikipedia

Produziu várias aeronave, como o MiG-19 ‘Farmer’ (primeiro caça supersônico da MiG) em 1955; MiG-23 ‘Flogger-A/B’ (caça com asas de geometria variável) em 1964; MiG-35 ‘Fulcrum-F’ em 2005. No entanto, nunca produziu um MiG-28 (aeronave fictícia usada em 1986 no filme Top Gun, que na verdade era apenas um F-5 Tiger) nem um MiG-31 “Firefox” (tema principal do filme norte-americano de 1982 dirigido e estrelado por Clint Eastwood).

Sukhoi

Fundada por Pavel Sukhoi em 1939, é mais conhecida por seus caças militares (Su-11, Su-24, Su-37, etc) mas também faz aviões comerciais (como o Sukhoi Superjet 100, usado por companhias aéreas orientais e o jato executivo supersônico Sukhoi-Gulfstream S-21).

Antonov An-225 carregando um ônibus espacial em seu topo no Paris Air Show. Fonte: Wikipedia

A Antonov Aeronautical Scientific/Technical Complex (Antonov ASTC) é uma companhia estatal ucraniana fundada em 1946 quando ainda pertencia à União Soviética. Não tem nada a ver com a United Aircraft, mas vale a pena sua menção aqui. É especializada em projetar e construir aeronaves, notadamente aviões de grande porte. A companhia leva o nome de Oleg Antonov, projetista dos aviões An-2, An-22, An-24 e outros aviões lendários. O maior avião em operação no mundo é o An-225 Mriya, cujo primeiro voo foi em 1988.