As pessoas tendem a andar no sentido horário?

Ao andar em parques com circuito de caminhada fechado, percebi que era comum as pessoas seguirem no mesmo sentido. Ao dar uma volta no quarteirão, há algo que o leva a virar à direita ou à esquerda ou é somente hábito? Em uma bifurcação, uma pessoa costuma virar para a direita ou para a esquerda ou não existe uma preferência?

É uma pergunta intrigante, especialmente porque é prática comum que os corredores se movam no sentido anti-horário nas pistas de atletismo. A mesma ação no sentido anti-horário vale para corridas de cavalos e carros, assim como para jogadores de beisebol no comando das bases.

No entanto, observa-se que, em parques temáticos, a massa de turistas sempre percorre os mapas no sentido horário. Ou seja, se você começar a andar no parque pelo seu lado direito e fazer o percurso no sentido anti-horário, suas chances de pegar filas pequenas são bem maiores. Isso porque a maioria das pessoas tende a se virar instintivamente para a esquerda ao entrar.

Canhotos x destros

Para testar a hipótese de que a mão direita ou esquerda de uma pessoa influencia suas preferências direcionais, os pesquisadores estudaram o uso de mãos dominantes. O que eles descobriram, de acordo com os resultados publicados pela Association for Psychological Science, é que os canhotos preferem o lado esquerdo e os destros, o direito.

Isso pode não parecer surpreendente, mas a maneira como essas tendências se manifestam oferece pistas sobre nossos comportamentos no sentido horário / anti-horário. Os cientistas estudaram a reação de pacientes com derrame que perderam o uso da mão dominante. Com o tempo, os pacientes reverteram seu viés natural e associaram o lado “bom” dos objetos (falando espacialmente) ao lado que foram forçados a usar.

Nos esportes, onde os competidores entram no campo de jogo do lado de fora de um círculo traçado, a tendência é de escolherem um movimento no sentido anti-horário. Mas no dia a dia (ao sair do apartamento para passear com o cachorro e encontrar cruzamentos), as escolhas direcionais tendem a traçar um caminho no sentido horário.

Direção pela direita x pela esquerda

Há também especulações de que o lado da estrada em que as pessoas costumam dirigir poderia impactar a direção em que optam por andar como pedestres. De acordo com essa teoria, as pessoas nos EUA dirigem pelo lado direito da estrada, portanto, é mais provável que vire à direita ao dar uma volta no quarteirão, por exemplo, seguindo uma rota no sentido horário.

Mas estudos de compradores de varejo na Grã-Bretanha, Austrália e Japão, onde as pessoas dirigem no lado esquerdo da estrada, mostram que tendem a virar à esquerda – no sentido anti-horário – quando navegam pelos corredores da loja.

Natureza

Alguns pesquisadores também apontam para os padrões rotacionais da natureza, como os padrões de migração no sentido horário de manadas de elefantes, pinguins e a maioria das espécies de pássaros canoros. Frequentemente, dizem os pesquisadores, essa migração é guiada por padrões de vento e clima que ajudam os rebanhos a economizar energia, ou por caminhos solares que moldam seus movimentos. E não é tão diferente para os humanos.

orloj
Orloj (Praga): relógio astronômico medieval composto do mostrador astronômico (representando a posição do Sol e da Lua no céu, além de mostrar vários detalhes celestes), a “Caminhada dos Apóstolos” (show mecânico representado a cada troca de hora com as figuras dos apóstolos e outras esculturas com movimento) e um mostrador-calendário com medalhões representando os meses.

Veja o relógio analógico, por exemplo, que roda no padrão horário. Por que o número 1 está localizado à direita do meio-dia (ou meia-noite), em vez de à esquerda? Essa direcionalidade no sentido horário tem tudo a ver com o antigo relógio de sol . Os relógios de sol contam as horas lançando uma sombra que se move no sentido horário. A versão moderna dos cronometristas tem como padrão os relógios de sol criados no hemisfério norte, que mostram as sombras no sentido horário. Se os relógios de sol do hemisfério sul tivessem sido usados ​​como inspiração, os relógios poderiam se mover no sentido anti-horário (esquerda).

Usos práticos

“Podemos usar o entendimento de que a maioria das pessoas caminha no sentido anti-horário para colocar objetos interessantes de maneira a nos convidar para os espaços”, diz Rachel Preston Prinz, diretora fundadora da cooperativa global de pesquisa e desenvolvimento de projetos arquitetônicos Archinia.

Aproveitar os movimentos naturais das pessoas pode “causar emoção e engajamento antes mesmo de entrar no espaço”, diz ela. “Ou, alternativamente, podemos usar a interrupção de fazer alguém virar à esquerda para entrar em um espaço para causar um leve desconforto, a fim de prepará-lo para uma experiência incomum ou estimulá-lo a prestar mais atenção”.

Jogos eletrônicos e filmes de terror costumam usar o mesmo efeito, mas em sentido contrário. Por exemplo, fazendo uma maçaneta de porta girar propositalmente em um sentido inverso, para promover desconforto e inquietação.

Graças as suas lâminas angulares, um ventilador de teto que gira no sentido anti-horário empurra o ar para baixo, ajudando a refrescar uma sala no verão. Ao girar no sentido horário, puxa o ar para cima e distribui o calor no inverno.

Fontes