Tucano T-27

O Embraer EMB-312 Tucano é um avião turboélice de treinamento e ataque leve, desenvolvido e fabricado pela Embraer. Seu primeiro voo ocorreu em 1980, com as primeiras unidades entregues em 1983. Designado na Força Aérea Brasileira (FAB) como T-27, é utilizado na instrução dos cadetes aviadores do último ano de formação. (Observação: uma aeronave pode ser chamada pela designação dada pelo fabricante, pelo força área do país de origem ou pela Força Aérea Brasileira, sendo a letra T reservada para avião de treinamento e o A para avião de ataque) Além do Brasil, diversos outros países também utilizam o T-27 como aeronave de instrução, devido a sua excepcional manobrabilidade. Foi um dos maiores sucessos da Embraer, com produção superior a 600 unidades.

Avião Tucano exposto no triângulo de acesso a Pirassununga/SP. Foto: ViniRoger

Avião Tucano exposto no triângulo de acesso a Pirassununga/SP. Foto: ViniRoger

Sua cabine é similar a de um avião de caça e visa familiarizar o cadete a este tipo de aeronave. Monoplano, asa baixa, monomotor turboélice, biplace em tandem com dois assentos ejetáveis, possui motor Pratt & Whitney, envergadura de 11,4 m, comprimento de 9,86 m, altura de 3,40 m, peso vazio de 1810 kg, velocidade máxima de 457 km/h, teto de serviço 9936 m e alcance de 2112 km.

A aeronave foi utilizada pelo Esquadrão de Demonstração Aérea da Força Aérea Brasileira (a Esquadrilha da fumaça) de 1983 a 2013. Antes, foram utilizadas North American T-6 Texan, assim como T-24 Super Fouga Magister e Neiva T-25 por curtos períodos. No início de 2013, as demonstrações da Esquadrilha da Fumaça foram suspensas em eventos aéreos para substituição dos Tucanos T-27 pelo Super Tucano A-29 (clique no link para ver mais desse avião e um exemplar exposto no Memorial Aeroespacial Brasileiro). As novas aeronaves produzidas pela Embraer passaram por adequações técnicas necessárias para que possam participar de acrobacias aéreas.

O FAB 1374 realizou seu primeiro voo no dia 23 de abril de 1985. Até a sua desativação, acumulou um total de 8.409 horas de voo, tendo realizado sua última missão no dia 20 de junho de 2009. Está exposto no triângulo da alça de acesso “Marechal do Ar Henrique Raymundo Dyott Fontenelle” em Pirassununga/SP.

Seguindo a avenida do outro triângulo mais ao sul na Rodovia Anhanguera até a outra ponta da cidade, têm-se acesso à rodovia que chega na Academia da Força Aérea (inclusive tem um pedaço de asa indicando o fim do trecho urbano). Esse estabelecimento de ensino em nível superior integra o sistema de formação e aperfeiçoamento de pessoal do Comando da Aeronáutica e tem como finalidade a formação de oficiais da ativa para os quadros de aviadores, intendentes e de infantaria da FAB. Participa anualmente do evento “Portões Abertos” (geralmente realizado em outubro, mês em que é celebrado o Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira), mais conhecido como “Domingo Aéreo”, quando as pessoas podem acompanhar as manobras da Esquadrilha da Fumaça, visitar aeronaves e conhecer um pouco mais sobre a carreira militar.

  • Localização: Latitude -21.9986803, Longitude -47.4444114 (Google Maps)
  • Fontes: Placas informativas no local e Wikipedia

Ainda em Pirassununga, uma asa de um T-27 está exposta no final da avenida 6 de Agosto, na saída para alça de acesso à SP-225.

Próximo da entrada do Centro Técnico Aeroespacial, em São José dos Campos, também está exposto um avião Tucano.

Compartilhe o link desse texto, mas se for copiar algum trecho, cite a fonte. Valorize nosso trabalho.
Mais informações na licença de uso do site.

2 Pingbacks/Trackbacks