Tubos pneumáticos

Imagine que você precisa de uma chave, documento ou mesmo uma banana e queira receber sem sair do lugar. Uma forma de fazer isso em alguns países no final do século XIX e no início do século XX era através de sistemas de transporte pneumático. Diferentemente da maioria das tubulações, que conduzem gases ou fluidos, constituem-se de uma rede de tubos pelos quais recipientes cilíndricos (cápsulas) são propulsionados por ar comprimido ou por vácuo.

Terminal postal pneumático de Londres (anos 1930, esquerda) e de Berlim (anos 1950, direita). Fonte: site Dieselpunks http://www.dieselpunks.org/profiles/blogs/pneumatic-mail-part-3

Terminal postal pneumático de Londres (anos 1930, esquerda) e de Berlim (anos 1950, direita). Fonte: site Dieselpunks.

Também conhecido como tubulações de cápsulas ou tubulações de Lamson, foram utilizados na Itália, Áustria, Alemanha, França, Estados Unidos. A maior rede de tubos, a de Paris, foi usada até 1984, quando foi abandonada em favor de computadores e máquinas de fax. Em Praga ainda há uma rede de tubos de transporte pneumático com cerca de 60 km de extensão, para envio de pacotes de correio. Com as inundações da Europa de 2002, o sistema de Praga sofreu sérios danos, e as operações foram suspensas. As estações para uso postal usualmente ligavam escritórios dos correios, bolsas de valores, bancos e ministérios.

No século XIX, o sistema podia enviar objetos a uma velocidade de 10 metros por segundo (36 km/h). Atualmente, a velocidade da cápsula geralmente varia entre, aproximadamente, 4 e 15 metros por segundo, dependendo da aplicação, do diâmetro da tubulação, do peso da cápsula e da quantidade de cápsulas que trafegam na tubulação em um determinado período de tempo.

No Aeroporto Internacional de Denver é notável a grande quantidade de sistemas dessa natureza, incluindo um sistema de 10 polegadas de diâmetro para transportar partes de aeronaves a locais mais distantes, um de 4 polegadas de diâmetro para venda de passagens da United Airlines e mais um no estacionamento para pagamento de pedágio. Em obras de ficção, pode ser visto em funcionamento nos filmes 1984 e Brazil e nas séries A Ilha da Fantasia, Jetsons e Futurama. Veja a seguir um vídeo mostrando o uso atual desses tubos em um hospital:

O transporte pneumático em geral se refere ao transporte de pessoas dentro de tubos pneumáticos. Entre 1844 e 1860, foram operados trens desse modelo na Irlanda, Inglaterra e França, mas as pessoas não viajavam dentro de tubos, e sim os tubos eram utilizados como forma de gerar propulsão para movimentar a locomotiva através da diferença de pressão do ar (eram conhecidas como Atmospheric Railway). Seu movimento é produzido a partir do impulso gerado pela compressão do ar atmosférico, devido à ação de ventiladores industriais de alta eficiência energética e baixa potência que, do solo, enviarão o ar pelo interior da via elevada. Um exemplo dele é o aeromóvel, instalado em Porto Alegre, ligando o Aeroporto à linha de trens urbanos. Projetos como o Vactrain e o Hyperloop poderão um dia tornar-se realidade, aí sim levando pessoas dentro dos tubos.

Uso atual das cápsulas nos EUA para transporte de documentos em um banco. Fonte: site Mytown http://mytown.kotatv.com/rapid-city/2012/09/17/old-school-transfer-tubes-still-deliver/

Uso atual das cápsulas nos EUA para transporte de documentos em um banco. Fonte: site Mytown.

Essa tecnologia continua a ser utilizada, mas em pequena escala. Como transporte de informações, foi superados por meios eletrônicos. Para transporte de pequenos objetos, é utilizado em supermercados, bancos e hospitais do Reino Unido, Austrália, Estados Unidos e outros países.

Compartilhe o link desse texto, mas se for copiar algum trecho, cite a fonte. Valorize nosso trabalho.
Mais informações na licença de uso do site.
  • Eloisa

    Vivendo e aprendendo. Gratificante este site, parabéns!!!

    • viniroger

      Legal, que bom que gostou! Volte mais vezes, e recomende aos amigos rs