Top 10 livros

Parece que é bem próprio do ser humano criar listas, rankings e classificar tudo, ainda mais em uma quantidade que seja um número decimal. Assim, segue uma lista dos dez livros que mais gostei de ler e cuja leitura recomendo fortemente para qualquer pessoa. Alguns deles eu já falei detalhadamente em outros artigos, então falo deles aqui brevemente e coloco o link para o respectivo post.

books

1) Bíblia Sagrada

Sua influência na história do mundo é inegável, assim como os aspectos culturais que permeiam a vida de bilhões de pessoas. Mais importante que as histórias contadas são as parábolas e mensagens passadas ao longo de gerações. Elas nos fazem pensar em como agir não só em momentos de dificuldade, mas em qualquer ação que tomemos em nossas vidas. As consequências, boas ou más, podem ser aprendidas e repetidas ou evitadas.

O livro de Salmos possui vários hinos, poemas e orações para os momentos em que precisamos de força. O livro de Provérbios nos traz sabedoria e reflexão. Os quatro Evangelhos e as cartas aos povos e apóstolos mostram a vida e os ensinamentos de Jesus Cristo, servindo de modelo para as nossas ações e pensamentos.

Alguns versículos que achei mais interessantes estão no post Dizeres Bíblicos, enquanto que algumas discussões sobre trechos da Bíblia estão em vários posts na tag Cristianismo.

2) O mundo assombrado pelos demônios – Carl Sagan

O livro é uma defesa do método científico e ceticismo em troca da superstição e da pseudociência. “Se não podemos pensar por nós mesmos, se não estamos dispostos a questionar a autoridade, somos apenas massa de manobra nas mãos daqueles que detêm o poder. Mas, se os cidadãos são educados e formam as suas próprias opiniões, aqueles que detêm o poder trabalham para nós.”

São explicadas as origens mais prováveis de vários pontos polêmicos, como a aparição de extraterrestres, usando o princípio da navalha de Occam: a explicação com menos pressupostos vence. São ensinadas formas de aplicar o método científico e a razão para detectar mentiras e a importância de se fazer isso em todas as áreas da vida e do conhecimento.

Falo mais desse livro e de outras obras do autor no final do post sobre Carl Sagan.

3) Física conceitual – Paul G. Hewitt

A Física é um conjunto de regras (as leis da natureza) que explicam como tudo funciona. Conhecendo-a, é possível aperfeiçoar a maneira como você enxerga o mundo. Além disso, esse estudo desenvolve o senso crítico, a racionalidade e a criatividade. E o grande diferencial do livro: o foco é trabalhar os conceitos, deixando fórmulas “assustadoras” de lado.

O livro possui uma linguagem leve e várias figuras para explicar muito bem os conceitos de diferentes áreas da Física do Ensino Médio, mas também consegue aprofundar em alguns momentos sem perder a didática. Além disso, Física é um tema fundamental para ir bem na escola, no vestibular e para desenvolver o raciocínio lógico, importantíssimo em concursos e processos seletivos. Mas principalmente, é fundamental para entendermos como funciona o mundo em que vivemos.

Veja um exemplo com um trecho desse livro no post sobre Uma nova forma de ver a Física.

4) Guia do Observador de Nuvens – Gavin Pretor-Pinney

Assim como os observadores de aves, de aviões (os “spotters”) e até de ônibus (também conhecidos como “busólogos”), também existem os observadores de nuvens. O livro é um guia para identificar no céu e conhecer muita coisa sobre todos os tipos de nuvens.

Em uma combinação de referências históricas, científicas e culturais com curiosidades e aventuras radicais, o autor fala quais nuvens indicam mudança de tempo, turbulência ou mesmo de algumas com formatos bem pitorescos. São relatados o caso de um piloto que caiu do avião em uma nuvem de tempestade severa (e sobreviveu para contar como é lá dentro), assim como o “surf” de planador sobre um tipo raro de nuvem rolo que só costuma se formar sobre uma região da Austrália.

É uma leitura leve e agradável, com muito conteúdo e que nos convida para uma atividade acessível a todos: observar as nuvens, agora com um novo olhar.

Veja mais no post Nuvens, Chuva e Arte.

5) 2001: Uma Odisseia no Espaço – Arthur C. Clarke

O livro e o famoso filme homônimo foram desenvolvidos simultaneamente, mas enquanto Clarke (o escritor) finalmente optou por explicações mais claras sobre o misterioso monolito e o portal estelar em seu livro, Kubrick (o diretor) decidiu fazer seu filme mais críptico e enigmático ao manter o diálogo e as explicações específicas no mínimo.

Sua história começa no alvorecer da humanidade, quando a fome e os predadores já ameaçavam de extinção a incipiente espécie humana, até que chega um objeto além da compreensão das mentes limitadas do homem pré-histórico, prenunciando o caminho da evolução. Milhões de anos depois, a descoberta de um enigmático monolito soterrado na Lua deixa os cientistas perplexos. Para investigar esse mistério, a Terra envia para o espaço uma nave tripulada por uma equipe altamente treinada, assistida por um computador autoconsciente.

É uma obra prima da ficção científica, com pontos que levam à discussão sobre a evolução da raça humana, da tecnologia e sobre vida inteligente extraterrestre. Vários pontos de Astronomia e de Física bem fundamentados tornam a história ainda mais interessante.

Mais detalhes sobre o filme e a série de livros que veio depois de 2001 estão no post 2001: a odisseia de Kubrick e Clarke. Discussões sobre outros livros de Arthur C. Clarke podem ser vistos na tag Ficção Científica.

6) 1984 – George Orwell

Fala sobre uma sociedade vigiada em todos os momentos pelo “Grande Irmão” (ou “Big Brother”) através de uma tela disposta em todos os lugares. A história narrada é a de Winston Smith, um homem trabalha com a tarefa de perpetuar a propaganda do regime através da falsificação de documentos públicos e da literatura, a fim de que o governo sempre esteja correto no que faz (coisa que inclusive já foi feita, como no regime de Stálin na URSS).

O romance se tornou famoso por seu retrato da difusa fiscalização e controle de um determinado governo na vida dos cidadãos, além da crescente invasão sobre os direitos do indivíduo. As explicações sobre o conceito “Guerra é paz”, o “duplipensar” e outros nos fazem abrir a cabeça para diferentes formas de pensar, nos levando a incontáveis paralelos com a política e sociedade atuais.

Veja mais sobre esse livro no post 1984. Também falo um pouco mais do filme gerado pelo livro no post Filmes para não ficar alienado.

7) A Fundação – Isaac Asimov

“Fundação” é uma série de livros sobre a história de um futuro distante cujo destino de seus habitantes é influenciado por uma instituição chamada Fundação Enciclopédica. A trilogia principal praticamente faz um paralelo recriando a humanidade após a queda de um grande império. Tudo é previsto por uma ciência chamada psico-história, baseada no comportamento matemático das massas de seres humanos, até que surge algo que começa a quebrar as previsões e a teoria. Inicialmente tratada como magia, vira religião e é dominada por poucos.

A lista de todos os livros com um resumo de cada está no post A Fundação – Isaac asimov, onde fala-se também um pouco mais do autor e de suas famosas “três leis da robótica”.

8) O fim da infância – Isaac Asimov

Durante a Guerra Fria, surgem imensas naves sobre as principais cidades do mundo, e seus misteriosos ocupantes iniciam o domínio sobre a Terra, mas de modo pacífico e gerando muitos benefícios. Porém, quais são suas reais intenções? O desenrolar do livro revela ações além dos limites da humanidade, promovendo uma discussão sobre evolução, física, filosofia, sentido da vida e também explica uma célebre frase apresentada no próprio livro: “as estrelas não são para os homens”.

Uma extensa discussão sobre esse livro está no post O fim da infância.

9) Caixa Preta – Ivan Santanna

Reconstituição de três desastres que entraram para a história da aviação brasileira: o Boeing que decolou do aeroporto do Galeão para a França (1973), um Ponte aérea Brasília-Belo Horizonte-Rio em que um dos passageiros, armado, ordena que o avião seja espatifado no Palácio do Planalto (1988) e o desastre do avião que ficou perdido em algum ponto entre Marabá e Belém e fez um pouso forçado em plena selva amazônica (1989).

Mesmo tendo anos de pesquisa e tudo seja formado de fatos reais, as histórias são contadas de uma maneira que fica difícil parar de ler. Outras dicas de livros de aviação podem ser vistos no link.

10) Ilha Misteriosa – Júlio Verne

Impossível escolher qual é o melhor livro de Júlio Verne. Assim, escolhi um que talvez não seja um dos mais conhecidos, mas foi o primeiro que li desse autor. A riqueza de detalhes torna o livro bastante imersivo, e os mistérios envolvidos fazem não parar de ler.

Durante a época da Guerra Civil americana, cinco prisioneiros de guerra que estavam em Richmond decidem fugir em um balão. Após voarem durante vários dias debaixo de uma tempestade, eles caem sobre uma ilha vulcânica não cartografada e aparentemente desabitada. Após várias aventuras, percebem uma influência misteriosa na ilha, que os ajudou em diversas situações.

O resumo desse e outros livros desse autor estão no post sobre Julio Verne.


Além de todos esses livros, fica aqui uma menção honrosa ao Guia dos Curiosos, de Marcelo Duarte. Apesar de grande, a formatação em tópicos torna a leitura extremamente fluida. As curiosidades são realmente interessantes e me fascinaram quando o li, na época do lançamento. O meu exemplar estava tão detonado de tanto que eu andava com ele que acabei comprando um outro. Eu chegava a fazer leitura de trechos logo no início das aulas de Português e a classe toda caía na gargalhada com os curiosos fatos.

Como toda lista, ela acaba sendo incompleta devido à limitação de 10 livros. E como sempre vou lendo novas obras ou lembrando de livros muito bons que li, a tentação de mexer nessa lista é grande – por exemplo, o livro O homem que calculava, de Malba Tahan. No entanto, se aparecer mais alguma coisa que eu considere entrar nessa seleção, colocarei a resenha na tag Dicas de Livros desse site.

Compartilhe o link desse texto, mas se for copiar algum trecho, cite a fonte. Valorize nosso trabalho.
Mais informações na licença de uso do site.
  • Diego

    Oi Vinicius, Yo tambien creo que la Biblia es el mejor libro de todos los que he leido.

    Saludos

    • Vinicius Roggério da Rocha

      De hecho, gracias por su visita!