Nostalgia – revistas

Por definição, revista é uma publicação periódica de cunho informativo, jornalístico ou de entretenimento. Algumas foram publicadas em poucos números ou por tempo limitado, e por isso talvez não sejam muito conhecidas. No entanto, são produtos de grande qualidade do mercado editorial brasileiro que merecem ser conhecidos.

Coleção das revistas Colecionismo

Coleção das revistas Colecionismo

Revistas Colecionismo

O site Colecionismo.com.br começou a funcionar na internet em 1997. Além artigos de especialistas e páginas dedicadas exclusivamente a colecionadores de selos, de cartões telefônicos e de moedas, haviam links de associações e páginas de colecionadores do mundo todo. Em 2001, veio a revista Colecionismo, com seis edições. Elas tem sessões fixas de filatelia, numismática e telecartofilia, além das clássicas “cartas dos leitores”, crônicas, e matérias sobre coleções das mais diversas. O site ainda existe mas sua movimentação está mais na página do Facebook.

Revista dos Curiosos

O jornalista Marcelo Duarte é o autor da série de livros “O Guia dos Curiosos”. Lançado em 1995, o livro “Guia dos Curiosos” apresenta fatos e curiosidades em diversas categorias. Ganhou uma segunda edição revista e atualizada em 2003, e uma atualizada com mais 160 páginas em 2005, comemorando os dez anos da série. O sucesso foi tão grande (189 mil exemplares vendidos nos 10 primeiros anos) que ganhou um jogo fabricado pela Grow, e mais outros livros, cada um com um tema: Brasil, Sexo, Língua Portuguesa, Jogos Olímpicos, Esportes, Invenções e o Guia das Curiosos.

Exemplares da Revista dos Curiosos e edições antigas da série de livros Guia dos Curiosos. Foto: ViniRoger

Exemplares da Revista dos Curiosos e edições antigas da série de livros Guia dos Curiosos. Foto: ViniRoger

A Revista dos Curiosos circulou entre março de 2002 e abril de 2003 pela editora Europa. Is assuntos eram dos mais variados, em seções como “CliCurioso” (foto de algo com curiosidades), cotidiano, mundo, perguntas curiosas sobre animais, corpo humano, música, cinema, gente, como funciona, esportes, universo, invenções, coisas nojentas, etc, além de uma matéria de capa mais extensa, uma entrevista, um “quiz”, uma seção de nostalgia e uma página com “abobrinhas” (um serviço de inutilidade pública).

Atualmente, o autor apresenta os programas “Manhã Bandeirantes” e “Você é Curioso?”, na Rádio Bandeirantes, e o “É Brasil Que Não Acaba Mais!”, na BandNews FM. Apresenta também o Canal Tresloucados no YouTube e mantém o site Blog do Curioso.

Almanaque Brasil de Cultura Popular

Criado em 1999 por empreendimento do artista gráfico e jornalista Elifas Andreato, era veiculada nos vôos nacionais e internacionais da TAM Linhas Aéreas. Possui como linha de conteúdo um contexto enfatizando as culturas regionais e locais além de manter uma estratégia comunicacional voltada de apropriações populares e folclóricas.

Algumas edições da Almanaque Brasil. Foto: ViniRoger

Algumas edições da Almanaque Brasil. Foto: ViniRoger

Dentre as seções da revista, estão quebra-cabeças, matérias sobre as datas comemorativas do mês, curiosidades sobre a língua portuguesa, matérias de turismo, música, entrevistas e matérias sobre aeronaves expostas no Museu Asas de Um Sonho.

Em 2010 também foi incluída no Programa Mais Cultura do MinC para distribuição em sete mil pontos de cultura e leitura e em bibliotecas públicas de todo o Brasil. No mesmo anos, a TV Brasil passou a veicular o programa Almanaque Brasil, cuja programação vinha do periódico impresso. Em julho de 2014, foi emitido um comunicado a todos os assinantes informando que, devido a falta de apoio financeiro, a revista deixou de ser mensal e passou a ser trimestral.

Uma análise da revista e um estudo sobre a evolução de seu perfil editorial podem ser vistas nos respectivos links.

Compartilhe o link desse texto, mas se for copiar algum trecho, cite a fonte. Valorize nosso trabalho.
Mais informações na licença de uso do site.